Imprimir
Categoria: Ministério Público Federal
Acessos: 880

rodrigo-janot1Os Poderes Republicanos Venceram

26/08/2015 — O plenário do Senado Federal aprovou a recondução do procurador-geral da república Rodrigo Janot ao cargo, por cinquenta e nove votos a favor, doze contrários e uma abstenção. Momentos antes, o procurador tinha sido aprovado também na Comissão de Constituição e Justiça.

A indicação dele para continuar comandando a Procuradoria-Geral da República foi feita pela presidente Dilma Rousseff. Na comissão, Janot passou por uma sabatina. O momento mais tenso foi o embate com o senador Fernando Collor, contra quem a procuradoria ajuizou denúncia de participação no escândalo do petrolão. A sua aprovação representa uma derrota para o político alagoano e para o presidente da câmara, Eduardo Cunha.

rodrigo-janot1Rodrigo Janot Monteiro de Barros nasceu no dia 15 de setembro de 1956, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. Formou-se em direito na Universidade Federal de Minas Gerais em 1979. Na mesma universidade, concluiu a especialização em 1985 e o mestrado em 1986. Realizou, também, especialização na Scuola Superiore di Studi Universitari e di Perfezionamento S. Anna (Pisa, Itália) de 1987 a 1989. Atuou como advogado de 1980 até 1984, quando ingressou na carreira do Ministério Público Federal como procurador da república.

Foi promovido a procurador regional da república em 1993 e a subprocurador-geral em 2003. Foi secretário geral do Ministério Público Federal de 2003 a 2005. Em 2013, foi escolhido pela presidente Dilma Rousseff para substituir Roberto Gurgel no cargo máximo da Procuradoria-Geral da República. Tomou posse em 17 de setembro de 2013. Para a recondução ao cargo por mais dois anos, venceu a eleição interna da procuradoria para em agosto de 2015. Com mais de trezentos votos de vantagem sobre o segundo colocado, teve setecentos e noventa e nove votos, 288 a mais do que na eleição de 2013. Além do combate à corrupção, o procurador-geral dirige trabalhos nas áreas dos direitos sociais, direitos do consumidor, meio-ambiente, direitos do cidadão, etc.