banner-topo

O IPVA de Franca cresceu apenas 3,98% no primeiro quadrimestre de 2017

ipva10/05/2017 — A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo repassou para Franca, em abril, o valor de R$ 1.967.701,12 refrente à arrecadação do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores. O valor representa 7,29% de alta no comparativo com o mesmo mês de 2016. No acumulado do quadrimestre, porém, a diferença positiva sobre o mesmo período do ano passado é bem menor: 3,98%. Se de janeiro a abril de 2016, a arrecadação alcançou R$ 38 milhões, este ano subiu para para R$ 39,5 milhões (em números arredondados). Por outro lado, segundo os dados do Departamento Nacional de Trânsito, Franca virou 2016 com 245.815 veículos registrados. Um acréscimo de 2,84% sobre 2015 (239.025 veículos). Para o ano fiscal, a prefeitura local espera arrecadar R$ 64,5 milhões com o IPVA. Foram cumpridos, em quatro meses, 61,24% da meta colocada na Lei do Orçamento.

ipva abril17_infoPerfil da Frota de Franca
AUTOMÓVEIS: 142.916
MOTOCICLETAS: 55.994
CAMINHONETES: 15.926
CAMINHONETAS: 8.569
MOTONETAS: 7.437
CAMINHÕES: 4.431
REBOQUES: 3.101
UTILITÁRIOS: 2.028
CICLOMOTORES: 1.127
SEMI-REBOQUES: 897
ÔNIBUS: 572
MICROÔNIBUS: 435
TRICICLOS: 77
TRATORES: 21
SIDE-CARS: 20

ipva 201612_infoDesempenho De 2016
11/01/2017 — A Secretaria Estadual da Fazenda publicou os dados consolidados do repasse do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Autotores para os 645 municípios paulistas, cota-parte referente ao mês de dezembro de 2016. Franca ficou com R$ 3,2 milhões. O valor é 2,87% maior que o verificado em dezembro de 2015. No acumulado do ano passado, o repasse para a cidade foi de R$ 56,2 milhões, contra os 52,1 milhões registrados no ano anterior: um crescimento de 7,77%. Esse aumento de um ano para o outro está acima da inflação oficial (6,29%). Para 2017, a previsão é de R$ 64,5 milhões. Clique AQUI para ver a tabela.

ipva1IPVA — O imposto sobre a propriedade de veículos automotores é um imposto que incide sobre a propriedade de veículos. É um imposto estadual. somente os estados e o Distrito Federal têm competência para instituí-lo de acordo com o art.º 155, III da Constituição Federal. Tem como fato gerador a propriedade do veículo automotor, não incidindo sobre embarcações e aeronaves. A alíquota utilizada como referência é determinada por cada governo estadual, com base em critério próprio. A base de cálculo é o valor venal do veículo, estabelecido pelo estado. A função do imposto é exclusivamente fiscal. Em 2005, o estado que cobrava a maior alíquota era São Paulo, com 4% sobre o valor venal do veículo. Outros estados têm sua alíquota variando entre 1% e 3%. Sendo imposto, a arrecadação não pode ter destinação vinculada.



© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados