boudin1Eugène Boudin e gosto pelo mar

EUGÈNE-LOUIS BOUDIN nasceu no dia 12 de julho de 1824, na localidade de Honfleur, França. Morreu no dia 8 de agosto de 1898, na localidade de Deauville.

Nasceu no seio de uma modesta família de marinheiros e estudou alguns anos em Paris, com uma bolsa obtida em 1851. Voltou para o litoral sul francês, onde abriu, em Havre, uma livraria. Nas horas vagas, pintava e expunha os quadros na vitrine do seu comércio. Jean François Millet descobriu o seu talento, encorajando-o a se dedicar exclusivamente à pintura. Após algumas viagens à Bélgica, à Holanda e ao norte da França, sempre fascinado pelo mar e pelos grandes espaços, retornou à costa normanda, não a abandonando mais, salvo em 1895, quando visitou a Côte d´Azur e Veneza.

No Havre conheceu Claude Monet, Johan Jongkind e Gustave Coubert, os quais exerceram sobre ele decisiva influência. Pintando os céus e as águas do Canal da Mancha, as transparências da atmosfera e as nuanças da luz que comunica ao mar sutis cintilações, esboçou a revolução impressionista. Largamente representado no Museu Impressionista de Paris e nos museus de sua terra natal, deixou para a posteridade mais de seis mil croquis, pastéis e aquarelas. Parte de suas obras está também no Museu de Belas-Artes do Rio de Janeiro. A coleção existente no Brasil constitui o maior acervo fora da França. Ela foi adquirida pelo Barão de São Joaquim (José Francisco Bernardes), que, além de pertencer à aristocracia brasileira, era um grande produtor de café.

Outros franceses famosos

alain-resnais1 alain-fournier1 alan-kardec in2 charles-coulomb in1 bainville1 julia-billiart in1

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados