Rapsódia Boêmia

02/11/2018 — Quem é fã da banda Queen tem, nos próximos dois meses, um prato cheio nos cinemas brasileiros. Está em cartaz o filme “Bohemian Rhapsody”, cinebiografia do grupo inglês, dominante da cena do rock mundial nas décadas de 1970 e 1980. De acordo com a sinopse oficial, o Freddie Mercury (Rami Malek) e seus companheiros Brian May (Gwilyn Lee), Roger Taylor (Ben Hardy) e John Deacon (Joseph Mazzello) mudam o mundo da música para sempre ao formar a banda Queen, durante a década de 1970. Porém, quando o estilo de vida extravagante do Freddie começa a sair do controle, o grupo encara o desafio de conciliar a fama e o sucesso com suas vidas pessoais, cada vez mais complicadas. O filme custou US$ 52 milhões. A direção ficou com o americano Bryan Singer.

f-mercury2Freddie Mercury
ARROKH BULSARA nasceu no dia 5 de setembro de 1946, na Cidade de Pedra, Arquipélago de Zanzibar, então colônia britânica no Oceano Índico. Morreu no dia 24 de novembro de 1991, na cidade de Londres, Inglaterra. Fez os seus primeiros estudos na cidade de Bombaim, na Índia, onde, aos doze anos, montou a sua primeira banda. Aos 17 anos, mudou-se para Londres, onde estudou música e se formou no curso de designer gráfico. Antes de formar o seu primeiro grupo na capital inglesa, trabalhou como balconista de uma loja de roupas. Em 1970, juntou-se ao guitarrista Brian May e ao baterista Roger Taylor, originando-se aí o grupo Queen. Também foi nessa época que adotou o nome artístico de “Freddie Mercury”.

Tornou-se célebre pelo poderoso tom de voz e pelas performances energéticas que sempre envolviam a plateia. É considerado pela crítica o maior vocalista da história do rock. Como compositor, criou a maioria dos grandes sucessos da sua banda. Entre os quais, destacam-se: “We Are the Champions”, “Love of my Life”, “Killer Queen”, “Bohemian Rhapsody”, “Somebody to Love” e “Don't Stop Me Now”. Além do seu trabalho na banda, também lançou vários projetos paralelos, incluindo um álbum solo, “Mr. Bad Guy”, em 1985, e um disco de ópera ao lado da soprano Montserrat Caballé, “Barcelona”, em 1988. Está incluído pelas revistas especializadas entre os 100 maiores cantores de todos os tempos. Estima-se que tenha vendido, com o Queen, mais de 150 milhões de discos em todo o mundo. Morreu aos 45 anos, vítima de broncopneumonia, acarretada pelo vírus da AIDS. Era assumidamente bissexual.

f mercury bio1The Biography
10/06/2016 — Já está nas livrarias a obra “Freddie Mercury — A Biografia”, escrita pela britânica Laura Jackson. O livro descreve a trajetória do astro desde a sua infância na exótica Zanzibar e sua transformação de Farrokh Bulsara em Freddie Mercury até a sua consagração com o Queen, A autora narra os tumultuados relacionamentos da vida do cantor, como sua relação duradoura e conturbada com o seu primeiro amor, Mary Austin, e a parceria de uma vida inteira com a sua confidente, Barbara Valentin. Com depoimentos de amigos mais próximos ao cantor, o livro apresenta histórias inéditas do artista, que marcou a história da música. Jackson é especialista em biografias. Além dessa, já escreveu sobre outros artistas como Bon Jovi e Mick Jagger.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados