jimi-hendrix3Jimi Hendrix

James Marshall Hendrix nasceu no dia 27 de novembro de 1942, na cidade de Seattle, Washington, Estados Unidos. Morreu no dia 18 de setembro de 1970, na cidade de Londres, Inglaterra.

Cresceu tímido e sensível, rodeado por problemas familiares, como o divórcio dos pais quando tinha nove anos de idade e a morte da mãe quando tinha 16 anos. Era muito afeiçoado à avó materna, que possuía sangue cherokee. ela incutiu no neto um forte sentido de orgulho de seus ancestrais nativos. Certa vez, quando estava trabalhando na retirada de sucata junto com seu pai, encontrou um ukelele (instrumento de quatro cordas, introduzido no Havaí pelos portugueses no século XVII). O instrumento tinha apenas uma corda, mas, mesmo assim, o encantou. Posteriormente, com muita dificuldade comprou, por apenas cinco dólares, uma guitarra acústica, o que o colocou no caminho da sua futura vocação.

jimi-hendrix2Depois de tocar com várias bandas locais de Seattle, alistou-se no exército, juntando-se como paraquedista à 101.ª Divisão Aerotransportada, baseada em Fort Campbell, Kentucky, a oitenta quilômetros da cidade de Nashville, no Tennessee. Ali, ele serviu por menos de um ano. Recebeu dispensa médica após fraturar o tornozelo num salto. Mais tarde, diria que o som do ar assobiando no paraquedas era uma das fontes de inspiração para o seu som “espacial” na guitarra. A partir daí, passou a se dedicar quase que exclusivamente à música. Inicialmente levou uma vida precária tocando em bandas de apoio a músicos de soul e blues como Curtis Knight, B. B. King e Little Richard. Sua primeira aparição destacada foi com os Isley Brothers em 1964.

Em 1965, fundou a banda Jimmy James and the Blues Flames. Era uma síntese utópica: quase pela primeira e última vez, a guitarra pôde ser pesada e complexa. A grosseria dos rifs (refrões instrumentais típicos do rock´n´roll) se tornou a sutileza dos solos ao estilo blues e jazz. Essa síntese estava pronta quando chegou a Londres e fundou o Jimi Hendrix Experience, com Noel Redding (baixo) e Mitch Mitchell (bateria). Em 1967, a banda lançou os discos simples “Hey Joe” e “Purple Haze”, ambas suas composições, e o disco “Are You Experienced?” Em junto deste mesmo ano se apresentou no Monterrey Pop Festival, nos Estados Unidos. Começava o mito. O público assistiu, espantado, a criação da metafísica da guitarra.

Ele seviciou as cordas, estuprou o corpo do instrumento. Finalizou o espetáculo incendiando sua Fender Stratocaster. Outras Fenders sofreram nas suas mãos em festivais como o Woodstock, em 1969, quando tocou o hino americano num modo que mais tarde seria chamado de heavy metal. Nessa procura do foco impossível da pureza, a guitarra sobreviveu ao torturador. Nunca mais se libertou do ruído, que saiu do fundo do amplificador para integrar a linguagem do rock. Segundo os críticos, ele foi a morte antecipada da guitarra. Ele teve cinco anos para perpetrá-la e dela se tornar mestre. No auge da fama, aos 28 anos, morreu sufocado no próprio vômito, depois de ingerir barbitúricos. Seis discos oficiais e as centenas lançadas depois de sua morte passaram a ser fetiche da música pop.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados