02Túnel do Amor

27/04/2018 — O disco “Tunnel of Love”, do músico e cantor americano Bruce Springsteen, foi lançado no Brasil em fevereiro de 1988. Nos Estados Unidos, o lançamento se deu em novembro de 1987. Foi uma incursão do artista na arca perdida do rock, romântico e pesado ao mesmo tempo. Como ele conseguiu juntar as duas coisas foi um milagre, na opinião da crítica. As letras são infanto-juvenis, mas o ritmo é forte. O destaque ficou com a canção-título e para “Brilliant Disguise” (“Disfarce Brilhante”). Pela extensão da letra, Springsteen acreditava, piamente, na existência de vida inteligente no rock.

01Bruce Springsteen
BRUCE FREDERICK JOSEPH SPRINGSTEEN nasceu no dia 23 de setembro de 1949, na cidade de Long Branch, Estado da Nova Jersey, Estados Unidos. De ascendência holandesa e irlandesa, ganhou da mãe, aos treze anos, o primeiro violão. O progresso do garoto foi tanto que a genitora lhe deu uma guitarra Kent de presente quando ele fez dezesseis anos. Com dezessete, começou a tocar profissionalmente. O primeiro contrato veio em 1972, com a Columbia Records, selo pelo qual gravaria o primeiro disco, chamado de “Greetings from Asbury Park”.

Com o disco “Born to Run”, de 1975, entrou para o primeiro time da indústria fonográfica americana. O auge da fama viria em 1994, quando ganhou o Oscar pela trilha sonora do filme “Filadélfia”. Ainda faturou, na carreira, 20 Grammys e quatro American Music Award. Até 2014, são 19 discos de estúdio, sete discos ao vivo, treze DVDs e oito compilações. Estima-se que tenha vendido, na carreira, mais de 120 milhões de discos. Em 2018, a canção “Stand on It” foi colocada na trilha sonora do filme “O Jogador N.º 1”. Antes, já tinha aparecido na trilha da comédia “Por Favor, Matem Minha Mulher”, de 1986. No total, na carreira, são 273 créditos em trilhas sonoras de filmes, séries e minisséries.

03Grandes Esperanças
15/01/2014 — Chegou às lojas de todo o mundo o novo disco do astro americano Bruce Springsteen. “High Hopes”, como é chamado o novo trabalho, conta com a participação do guitarrista Tom Morello, do grupo Rage Against, e do saxofonista Clarence Clemons. Além disso, a canção “Down in the Hole” (“No Buraco”) traz a voz de um dos filhos do cantor, Sam. A faixa que dá nome ao disco foi gravada originalmente em 1995. Também há outras faixas, cujas canções foram escritas para álbuns anteriores. Nos Estados Unidos, o álbum recebeu, na maioria, críticas positivas.


 

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados