20161106 parisAndy Murray

06/11/2016 — Um dia depois de garantir o posto de número um do mundo, Andy Murray conquistou pela primeira vez o Masters 1000 de Paris. O escocês venceu o americano John Isner em três sets, com parciais de 6-3, 6-7 (4/7), 6-4. Foi o oitavo título da temporada. Invicto há 19 jogos, o tenista já soma 43 troféus na sua carreira, 14 na categoria Masters 1000. Com o resultado, foi consagrado como o novo número 1 do mundo, desbancando o sérvio Novak Djokovic, que ocupava o posto há 122 semanas, desde julho de 2014. Ele é, assim, o 26.º jogador a ocupar o topo na listagem masculina. Também é o segundo tenista mais velho a ocupar a liderança. Com 29 anos, está atrás apenas do australiano John Newcombe, que assumiu a ponta com 30 anos, em 1974. Com a vitória em Paris, acumulou US$ 53,3 milhões em prêmios.

O BNP Paribas Masters é um torneio de tênis masculino anual disputado na Bercy Arena, na cidade de Paris, França. É o nono e último torneio ATP Masters Series da temporada. É disputado em quadra, em piso duro. Até 2006, o piso era de carpete. Em 2007, a superfície foi mudada para a versão Taraflex, à base de resina. Muitos o consideram o mais prestigioso torneio de tênis indoor. Antes da criação dos Tennis Masters Series no início da década de 1990, o evento era conhecido como Paris Open. O torneio, em 2016, distribuiu mais de quatro milhões de dólares deprêmio em dinheiro. O início das competições aconteceu em 1972. O primeiro campeão foi o americano Stan Smith, que venceu o espanhol Andres Gimeno na final. O maior vencedor da história do torneio é o Novak Djokovic: quatro vezes (2009, 2013, 2014, 2015).

20161030 austria1ATP De Viena
30/10/2016 — Cabeça de chave número um do ATP de Viena, Andy Murray confirmou seu favoritismo e faturou o título do torneio austríaco. Superando o francês Jo-Wilfried Tsonga por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/6 (8-6), o escocês segue provando que, com a ausência do Novak Djokovic das quadras, é o atual melhor atleta do circuito. No primeiro set, foi cirúrgico e tratou de aproveitar rapidamente a primeira oportunidade que teve de quebrar o saque do adversário e abrir vantagem no confronto. Mais consistente e com uma baixa margem de erro, bastou apenas administrar a diferença para abrir 1 a 0. No momento decisivo, a sua experiência falou mais alto. Mais frio e consciente, o número dois do mundo ainda deixou passar um match point antes de fechar o jogo e erguer seu sétimo troféu do ano.

20160710 wimbledonAberto De Wimbledon
10/07/2016 — O tenista Andy Murray conquistou pela segunda vez na carreira o torneio de Wimbledon, ao derrotar o canadense Milos Raonic, número 7 do mundo, por três sets a zero, parciais de 6/4, 7/6 (7/3), 7/6 (7/2). Este é o terceiro título de Grand Slam do escocês. Ele já havia vencido o Aberto dos Estados Unidos em 2012 e o Wimbledon, em 2013. O vitorioso impôs um jogo sólido do início ao fim, com grande qualidade na devolução de saque e muita resistência nas longas trocas de bolas, encurralando o oponente. Sem a presença dos três “grandes” — Novak Djokovic, Roger Federer e Rafael Nadal — na final, Murray teve de impor a sua condição de “favorito”. Sob pressão, não decepcionou.

Resultados Em Wimbledon
2005 — Saiu na terceira rodada
2006 — Saiu na quarta rodada
2007 — Não se qualificou
2008 — Quartas de final
2009 — Semifinais
2010 — Semifinais
2011 — Semifinais
2012 — Vice-campeão
2013 — Campeão
2014 — Quartas de final
2015 — Semifinais
2016 — Campeão

20160619 londresATP De Londres
19/06/2016 — Numa quadra lotada gritando seu nome, o escocês Andy Murray conquistou neste o ATP 500 de Queen's, Londres, ao vencer o canadense Milos Raonic por dois sets a um, de virada, com parciais de 6/7 (5), 6/4 e 6/3, em 2 horas e 13 minutos de partida. Com quatro troféus no torneio, o número 2 do mundo estava empatado com grandes nomes da história do tênis como MJG Ritchie, Anthony Wilding, Roy Emerson, John McEnroe, Boris Becker, Lleyton Hewitt e Andy Roddick. Agora, se tornou o único a levantar a taça no prestigiado Queen's Club, em Londres, pela quinta vez.

A igualdade predominou no primeiro set, no qual os dois atletas mantiveram o saque até o tie-break. No desempate, Murray esteve atrás em cinco a dois, mas buscou o empate em cinco a cinco. Entretanto, perdeu os dois pontos seguintes, sendo derrotado em sete a cinco. Raonic começou a segunda parcial mais ligado e se aproximou do título ao abrir três a zero, mas o tenista da casa aproveitou o empurrão vindo das arquibancadas para virar o placar para quatro a três. Depois, fechou em seis a quatro, igualando a final. O equilíbrio visto até então terminou. Com duas quebras de saque e vantagem, Murray levou a melhor no terceiro set por seis a três, confirmando a virada. Com a vitória, acrescentou mais cerca de US$ 1 milhão à sua conta bancária.

20160515 romaMasters 1000 de Roma
15/05/2016 — O escocês Andy Murray fez história mais uma vez ao vencer o “número um” do mundo Novak Djokovic por dois sets a zero, com um duplo 6/3. Conquistou, assim, o primeiro título da carreira no Masters 1000 de Roma. Com a vitória, quebrou um jejum de três derrotas nas últimas três finais que disputou contra o sérvio: o Masters 1000 de Paris de 2015, o Aberto da Austrália deste ano e o Masters 1000 de Madrid em 2016. Além disso, é o primeiro tenista do Reino Unido a vencer o torneio no saibro romano desde George Hughes, em 1931. Na carreira, Murray completou 36 títulos na carreira, dentre os quais onze masters e dois Grand Slam. Em fevereiro desde ano, foi confirmado como o “número dois” do ranking mundial.

montreal15aMasters de Montreal
16/08/2015 — O escocês Andy Murray conquistou o Masters 1000 de Montreal ao bater o sérvio Novak Djokovic por dois sets a um, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/3. Com a campanha, ele ultrapassou o suíço Roger Federer e se tornou o segundo colocado do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais. Além disso, derrubou um retrospecto ruim diante do número um do mundo: vinha de quatro derrotas consecutivas. Agora, a vantagem do Djokovic no confronto direto é de 19 vitórias contra nove. O triunfo no Canadá veio com muito suor, depois de três horas cravadas de jogo, sob um sol de quase 40ºC. Esse foi o seu décimo primeiro título de masters. Ele já havia sido campeão no Canadá em 2009 e 2010. Neste ano, conquistou também o Masters 1000 de Madri e o Torneio de Munique.

madrid15aO Escocês Contra o Espanhol
11/05/2015 — Andy Murray não tomou conhecimento do favoritismo do Rafael Nadal, ao arrasar o espanhol por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, na final do Masters 1000 de Madri. Sem se intimidar com a torcida adversária, o escocês precisou de 1h28 para liquidar o jogo e ficar com o título da competição, o segundo na carreira. Ele ganhou também em 2008.  Com o triunfo, também quebrou um tabu diante do Nadal, pois nunca tinha vencido o adversário no saibro. Até este jogo, havia acumulado seis derrotas em seis confrontos neste tipo de piso com o espanhol. O título na capital espanhola é o segundo do ano.

andy-murray medalha1Andy Murray
Andrew Barron Murray
nasceu no dia 15 de maio de 1987, na cidade de Dunblane, Escócia, Reino Unido. Começou a carreira profissional em 2005 como o número 407 no mundo. Em março do mesmo ano, se tornou o mais jovem tenista britânico a jogar na Copa Davis na história. Virou o ano como o número 312 do ranking mundial. Sua primeira grande vitória aconteceu em 2006, quando venceu o australiano Lleyton Hewitt, na final do Torneio de San José, nos Estados Unidos. O primeiro título de Grand Slam aconteceu no Aberto dos Estados Unidos, em 2012, ocasião em que venceu o iugoslavo Novak Djokovic. Ainda em 2012, ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres. Ganhou também o Wimbledon de 2013 e em 2016. Estima-se que tenha amealhado mais de 53 milhões de dólares na carreira.

Títulos Conquistados
2006 — San José (Estados Unidos)

2007 — San José (Estados Unidos)
2007 — São Petersburgo (Rússia)

2008 — Doha (Catar)
2008 — Marselha (França)
2008 — Cincinatti (Estados Unidos)
2008 — Madrid (Espanha)
2008 — São Petersburgo (Rússia)

2009 — Doha (Catar)
2009 — Roterdã (Holanda)
2009 — Miami (Estados Unidos)
2009 — Queens (Inglaterra)
2009 — Montreal (Canadá)
2009 — Valência (Espanha)

2010 — Toronto (Canadá)
2010 — Shanghai (China)

2011 — Queens (Inglaterra)
2011 — Cincinatti (Estados Unidos)
2011 — Bangcoc (Tailândia)
2011 — Tóquio (Japão)
2011 — Shanghai (China)

2012 — Brisbane (Austrália)
2012 — Jogos Olímpicos (Londres)
2012 — US Open (Estados Unidos)

2013 — Brisbane (Austrália)
2013 — Miami (Estados Unidos)
2013 — Queens (Inglaterra)
2013 — Wimbledon (Inglaterra)

2014 — Shenzhen (China)
2014 — Viena (Áustria)
2014 — Valência (Espanha)

2015 — Munique (Alemanha)
2015 — Madrid (Espanha)
2015 — Montreal (Canadá)

2016 — Roma (Itália)
2016 — Londres (Inglaterra)
2016 — Wimbledon (Inglaterra)
2016 — Jogos Olímpicos
2016 — Shangai (China)
2016 — Viena (Áustria)
2016 — Paris (França)


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados