20191006 toquio1Djokovic

06/10/2019 — Confirmando seu favoritismo, o Novak Djokovic conquistou o título no ATP 500 de Tóquio ao vencer o australiano John Millman por dois sets a zero, com parciais de 6/3 e 6/2, em apenas uma hora e nove minutos de partida. Com esse resultado, o sérvio não só conquistou um troféu inédito, como também garantiu sua permanência na liderança do ranking, com 10.365 pontos, pelo menos até o Masters 1000 de Paris, daqui a um mês, já que tem na sua cola o espanhol Rafael Nadal, com 9.225 pontos. Em Tóquio, o Djokovic somou setenta e seis títulos. Em 2019, também faturou o Aberto da Austrália, em janeiro, o Masters de Madri, em maio, e o Aberto de Wimbledon, em julho. Em dinheiro, estima-se que tenha amealhado na carreira quase US$ 126 milhões.

0803 Novak-DjokovicGuerreiro dos Balcãs
NOVAK DJOKOVIC nasceu no dia 22 de maio de 1987, na cidade de Belgrado, capital da Sérvia. Começou a jogar tênis com apenas quatro anos de idade. Aos doze, foi para a Alemanha, com o objetivo de receber treinamento especial. Com dezesseis, fez a estreia no circuito profissional. Conquistou o primeiro título em 2006, no Dutch Open Tennis Amersfoort, disputado na Holanda, quando venceu o chileno Nicolás Massú por dois sets a zero. O primeiro título de Grand Slam veio em 2008, com a conquista do Aberto da Austrália, ocasião em que passou pelo francês Jo-Wilfried Tsonga por três sets a um.

Ainda em 2008, faturou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim. Em 2016, por ocasião da sua vinda ao Brasil para as disputas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, foi capa da revista Veja do dia 03/08/2016. Naquele ano ganhou sete torneios, entre os quais o Aberto da Austrália e o Roland Garros (Aberto da França). Ficou todo o ano de 2017 fora das quadras, depois de passar por uma cirurgia no cotovelo direito. Na carreira, até janeiro de 2019, são 73 títulos, sendo quinze deles de Grand Slam. Estima-se que tenha amealhado cerca de US$ 130 milhões de prêmios em dinheiro. Atualmente, é o primeiro no ranking mundial, com 9.225 pontos. Em 2019, ganhou o Prêmio Laureus de melhor atleta de 2018.

20190128 australia1Austrália
27/01/2019 — Na final do Torneio Aberto da Austrália, o sérvio Novak Djokovic venceu o espanhol Rafael Nadal por três sets a zero, com parciais de 6/36/2 e 6/3. Até então, o espanhol não tinha perdido um set sequer na competição, mas foi amplamente dominado pelo sérvio, não conseguindo sequer respirar, tal a intensidade da partida. Djokovic, o primeiro no ranking mundial da Associação dos Tenistas Profissionais, alcançou o sétimo título na Austrália, tornando-se o jogador que mais venceu no torneio. Antes, ele levantara o troféu em 2008, 2011, 2012, 2013, 2015 e 2016. Além do troféu, o sérvio acrescentou mais US$ 4,1 milhões (cerca de R$ 14,8 milhões) à sua conta bancária.

20190714 wimbledon1Wimbledon
14/07/2019 — O sérvio Novak Djokovic voltou a jogar o fino do tênis e bateu o Roger Federer, na final do Torneio de Wimbledon, o mais tradicional do circuito, por três sets a dois. Vindo de um embate duríssimo com o espanhol Rafael Nadal na semifinal, o suíço tentou de tudo, mas teve de se render ao ritmo forte imposto pelo adversário. A partida teve 4h55m de duração, uma das mais longas da história do esporte. Esse foi o quinto título do Djokovic em Wimbledon. Antes, ele tinha ganhado em 2011, 2014, 2015 e 2018. Além do troféu, o sérvio acrescentou mais três milhões de dólares à conta bancária, o prêmio em dinheiro para o vencedor do torneio. Na carreira, são setenta e cinco títulos e quase US$ 122 milhões no bolso.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados