Débora Falabella
ft2ft1

DÉBORA LIMA FALABELLA nasceu no dia 22 de fevereiro de 1979, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. É uma das atrizes mais requisitadas para produções da TV Globo. Em 2018, vai aparecer na minissérie “Se Eu Fechar os Olhos Agora”. Na trama, ambientada nos anos de 1960, faz a reprimida mulher de um prefeito, que, por causa do mundo em que vive, esconde os verdadeiros desejos. Esse é 44.º crédito como atriz. São 25 produções para a tevê e 18 filmes. No teatro, onde foi “descoberta”, são oito montagens. Embora tenha o mesmo sobrenome, não consta que seja parente do ator, diretor e roteirista Miguel Falabella. O primeiro trabalho na televisão aconteceu em 1997, com um papel na novela “Chiquititas”, exibida no SBT. No cinema, o primeiro crédito está no curta-metragem “Françoise”, lançado em 2001. De acordo com a crítica, o seu melhor trabalho foi apresentado na novela “Avenida Brasil”, de 2012.

mulher invisivel1Trabalhos Na Tevê
1997-1997  CHIQUITITAS  novela  SBT
1998-1999  MALHAÇÃO  novela  Globo
2001-2001  UM ANJO CAIU DO CÉU  novela  Globo
2001-2002  O CLONE  novela  Globo
2003-2003  AGORA É QUE SÃO ELAS  novela  Globo
2004-2004  UM SÓ CORAÇÃO  novela  Globo
2004-2005  SENHORA DO DESTINO  novela  Globo
2006-2006  JK  minissérie  Globo
2006-2006  SINHÁ MOÇA  novela  Globo
2007-2008  DUAS CARAS  novela  Globo
2010-2010  ESCRITO NAS ESTRELAS  novela  Globo
2011-2011  TI TI TI  novela  Globo
2011-2012  A MULHER INVISÍVEL  série  Globo
2012-2012  AVENIDA BRASIL  novela  Globo
2014-2014  DUPLA IDENTIDADE  série  Globo
2016-2016  NUNCA MAIS SERÁ COMO ANTES  série  Globo
2017-2017  A FORÇA DO QUERER  novela  Globo


 

Patrícia Barros
patricia-barros ft1

PATRÍCIA BARROS nasceu no dia 11 de maio de 1987, na cidade de Itabira, Minas Gerais. Desde cedo se interessou pela carreira de modelo. Por isso, graduou-se em arte e design de moda. Trabalhou para grandes marcas nacionais até, em 2005, iniciar a carreira internacional. Estrelou campanhas publicitárias para a Christian Dior, a Guess e a Yves Rocher, entre outras. Em 2006, iniciou a carreira de atriz atuando no teatro com a peça “Ensaio Sobre a Loucura”, da badalada Virginia Wolf.

Em 2008, teve a sua primeira oportunidade na televisão ao atuar na série adolescente “Malhação”, exibida pela TV Globo. Emendou, em 2011, a série “Morando Sozinho”, produzida pelo canal Multishow. Ficou conhecida nacionalmente, porém, em 2012, com a protagonista Amanda, da novela “Corações Feridos”, do SBT. Essa exposição a levou para a capa da revista Vip, edição de abril daquele ano, com direito a um ensaio sensual de 16 páginas. Em 2016, fez uma pequena participação na novela “Totalmente Demais”. No cinema, são dois filmes: “Nati Morto” (2007) e “O Ouro Das 7 Cruzes” (2009). É a irmã mais nova da top model Ana Beatriz Barros.



Erika Januza
201610 vip1

07/10/2016 — A atriz Erika Januza é a estrela da capa e do recheio interno da revista VIP, que chegou às bancas brasileiras na primeira semana de outubro. Mulataça de fechar qualquer quarteirão, a beldade ocupa doze páginas, com fotos do recomendado Jorge Bispo e texto do jornalista Pedro . Aos 31 anos de idade, a mineirinha, nascida na cidade de Contagem, tem no currículo oito produções televisivas, um filme e duas peças de teatro. Atualmente, vive a personagem Júlia na novela “Sol Nascente”, exibida na faixa das 18 horas na TV Globo. Começou a carreira como modelo, mas, com o sucesso obtido com o seriado “Subúrbia”, exibido em 2012, apaixonou-se pela carreira de atriz. Na sequência, participou do seriado “Suburbanos”, no canal Multishow, e, em 2015, da novela “Totalmente Demais”.

erika-januza1ERIKA JANUZA DA TRINDADE GOMES nasceu no dia 7 de maio de 1985, na cidade de Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Trabalhava como secretária numa escola da sua cidade natal, sem conseguir decolar na carreira de modelo. Filha única de uma empregada doméstica, esbarrava em questões como altura insuficiente, cabelo sem tanta beleza e preconceito racial. Mas não desistiu. Fez ensaios sensuais, foi musa do carnaval mineiro e participou de vários concursos. Ficou no segundo lugar no Garota Super/Garota Propaganda Do Shopping Metropole 2008, quarta colocada no Aqui Models 2008, segundo lugar no Garota Comerciária 2009, terceiro lugar no Garota Copa Centenário 2009.

erika-januza2A grande chance na televisão aconteceu em 2012, com a personagem Ceição no seriado Subúrbia, exibido pela TV Globo. Na trama, ela é acolhida por uma família do Bairro de Madureira, subúrbio do Rio de Janeiro. Acaba se apaixonando por Cleiton (Fabrício Boliveira), enquanto vira estrela de bailes funk. Em 2016, para participar da novela “Sol Nascente”, teve de fazer aulas de natação. Ela se disse avessa a água. Por isso, o trabalho foi duríssimo. Sua personagem é uma caiçara que, cotidianamente, se aventura no mar. Como todas as beldades globais, sonha em ser escolhida para ser a madrinha de bateria de uma escola de samba do primeiro grupo. Segundo disse à VIP, já fez ensaios na Império Serrano e na Império da Tijuca, mas ainda não tem nada definido para o carnaval de 2017.



betty-balanco 1984“Betty Balanço”

01/08/1984 — Na televisão, Débora Bloch já tinha mostrado todo o seu talento. No filme “Betty Balanço”, ela mostrou tudo. Ela vive a história de uma jovem cantora que batalhava pelo sucesso. Nessa luta, ela resolve deixar a cidade natal e parte para o Rio de Janeiro em busca do seu sonho. Na capital carioca, decepciona-se com os empresários da música e com a violência urbana. Encontra achego, porém, nos braços do namorado, vivido pelo ator Lauro Corona. Aproxima-se também da Bia, personagem da Maria Zilda Bethlem, numa sugestão não confirmada de lesbianismo. Com trilha sonora composta pelo Cazuza, há várias cenas em que Débora mostra toda a sua beleza.

hot1DÉBORA BLOCH nasceu no dia 29 de maio de 1963, na cidade de Belo Horizonte, capital das Minas Gerais. Filha do ator Jonas Bloch, desde cedo viveu no meio de atores e atrizes. Começou a carreira com 17 anos, após fazer cursos especiais de artes cênicas. Profissionalmente, estreou com a peça “Rasga Coração”. Continuou atuando no teatro até estrear na televisão, em 1981, na novela “Jogo da Vida”, exibida pela TV Globo. No cinema, estreou em 1984, fazendo, além do “Betty Balanço”, o “Noites de Sertão”, baseado numa novela do mineiro Guimarães Rosa. Com este filme, ganhou os troféus de melhor atriz no Festival de Gramado, no Festival de Brasília e no Festival de Cartagena. Até 2015 foram 41 produções televisivas, onze filmes e oito peças teatrais. É uma das atrizes mais premiadas do país.

sol-de-verao1cambalacho1Principais Trabalhos Na Tevê
1981-1982 — Jogo da Vida (novela, Globo)

1982-1983 — Sol de Verão (novela, Globo)
1986-1986 — Cambalacho (novela, Globo)
1990-1990 — A, E, I, O, Urca (minissérie, Globo)
1994-1994 — Confissões de Adolescente (série, Cultura)
1994-1995 — As Pupilas do Senhor Reitor (novela, SBT)
1996-1997 — Salsa e Merengue (novela, Globo)
1999-1999 — Andando Nas Nuvens (novela, Globo)
salsa-e-merengue1cordel-encantado12000-2000 — A Invenção do Brasil (minissérie, Globo)
2005-2005 — A Lua Me Disse (novela, Globo)
2006-2006 — JK (minissérie, Globo)
2007-2007 — Amazônia (minissérie, Globo)
2008-2008 — Queridos Amigos (minissérie, Globo)
2009-2009 — Caminho das Índias (novela, Globo)
2010-2010 — Separação?! (série, Globo)
2011-2011 — Cordel Encantado (novela, Globo)
2012-2012 — Avenida Brasil (novela, Globo)
2013-2013 — Saramandaia (novela, Globo)
2015-2015 — Sete Vidas (novela, Globo)


20171129aÍsis + Vip = Deslumbrante

24/11/2017 — A revista VIP, pertencente ao Grupo Abril, publicou, em outubro, a lista das 100 mulheres que mais se destacaram em 2017. No quinto lugar, aparece a atriz Ísis Valverde. No ano passado, ela ficou no trigésimo oitavo lugar. Este ano, segundo a revista, numa novela de sucesso, que tinha várias mulheres intensas, a mineirinha se diferenciou com a personagem mais exótica da “A Força do Querer”. Ísis viveu a Ritinha, “uma sereia paraense” que balançou os corações do caminhoneiro Zeca (Marco Pigossi) e do empresário Rui (Fiuk Galvão). Além da novela, a atriz apareceu em dois filmes em 2017: “Amor.com” e “Malasartes e o Duelo Com a Morte”. Também filmou o “Simonal”, biografia do cantor Wilson Simonal, cujo lançamento está previsto para 2018.

ÍSIS NABLE VALVERDE nasceu no dia 17 de fevereiro de 1987, na cidade de Aiuruoca, extremo sul de Minas Gerais. Fez os primeiros estudos na sua cidade natal. Aos 15 anos mudou-se para Belo Horizonte para trabalhar como modelo. Depois de várias campanhas publicitárias na capital mineira, mudou-se, em 2006, para o Rio de Janeiro. Neste mesmo ano estreou na televisão com a personagem Ana do Véu, da novela “Sinhá Moça”. Foram 120 episódios. O primeiro filme aconteceu em 2013, com a personagem Maria Lúcia, do “Faroeste Caboclo”. A produção foi um sucesso, levando aos cinemas, no período de 31 de maio a 21 de julho daquele ano, quase 1,5 milhão de espectadores. Gerou uma renda de mais de R$ 20 milhões. Seu último trabalho na tevê foi a novela “A Força do Querer”, de 12017.

20170613 a lei do amor20171129 novaTrabalhos Na Tevê
2006 — Sinhá Moça novela
2007 — Paraíso Tropical novela
2008 — Beleza Pura novela
2009 — Caminho das Índias novela
2010 — Ti Ti Ti novela
2012 — Avenida Brasil novela
2012 — As Brasileiras série
2013 — O Canto da Sereia minissérie
2014 — Amores Roubados minissérie
2017 — A Força do Querer novela

20170820 rolling stoneÍsis & Rolling Stone
20/08/2017 — A atriz Ísis Valverde estampa a capa da revista Rolling Stone, publicação mensal dedicada às artes em geral, em especial à música, ao cinema e à televisão. Desde março, a mineirinha alterna as horas do dia entre ela mesma e a Ritinha, protagonista da novela “A Força do Querer”, da TV Globo. A personagem nasceu e cresceu em Parazinho, cidade fictícia do Pará. Carrega uma arrogância típica da juventude. Balança entre os amores do caminhoneiro Zeca (Marco Pigossi) e do empresário Rui (Fiuk Galvão). Além da novela, a Ísis participou, em 2017, do filme “Malasartes e o Duelo Com a Morte”, em cartaz nos cinemas desde o dia 10 deste mês. Também está filmando a cinebiografia do cantor Wilson Simonal, previsto para 2018.

amor.com p1amor.com & A Lei do Amor
07/06/2017 — Está em cartaz nos cinemas brasileiros o filme “Amor.com”, que tem como protagonista a atriz Ísis Valverde. Ela é uma blogueira de moda, que dita tendências ao mercado através de vídeos postados na internet. Quando precisa de ajuda para evitar que fotos íntimas suas se espalhem pela rede, encontra um programador de videogames e logo os dois se apaixonam. Mas o mundo deles é muito diferente um do outro. Na primeira semana de exibição, em 98 salas cinematográficas, o filme se colocou no sétimo lugar no ranking das 10 maiores bilheterias. A produção vem embalada pela participação da atriz na novela da nove da Globo, “A Força do Querer”, na qual faz a personagem Ritinha. 

20170613 o-canto-da-sereiaO Canto da Sereia
07/01/2013 — A Ísis Valverde parece que, finalmente, atingiu o estrelato. Frequentadora de um carnaval fora de época em Belo Horizontena adolescência, a atriz costumava curtir os shows na pista com as amigas. Agora, aos 25 anos, ela foi parar em cima do trio elétrico como protagonista de O Canto da Sereia, minissérie da Rede Globo, em que interpreta uma estrela do axé. Encarar a multidão de 800 figurantes do alto, nas ruas de Salvador, onde a história é ambientada, foi o grande desafio para a atriz. Na atração, baseada na obra homônima do Nelson Motta, ela encarna a cantora Sereia, que morre ao levar um tiro no topo do trio elétrico. A trama se desenrola em torno da procura pela identidade do assassino.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados