banner-topo

Robin Wright, a louraça da série “House of Cards”, peitou a Netflix por melhor salário

robin-wright house1Robin Wright

26/05/2016 — A atriz Robin Wright decidiu “peitar” os executivos do canal de streaming Netflix, que produz a série televisiva “House of Cards”, um das maiores audiências em todo o mundo. Reclamou que ganha menos que o astro Kevin Spacey e que quer a equiparação salarial. Para isso, mostrou relatórios em que demonstra que a sua personagem — a gélida Claire —, em vários episódios, é mais popular que o caviloso Frank Under. Segundo as publicações especializadas, Kevin faturaria 500 mil dólares por episódio, enquanto Robin ficaria com cerca de 420 mil dólares. Para não perder a estrela, a Netflix resolveu atender a reivindicação. “House of Cards” já exibiu 52 episódios em quatro temporadas. A trama trata do vale-tudo da política norte-americana.

robin-wright1Robin Wright Gayle
Nasceu no dia 8 de abril de 1966, na cidade de Dallas, Texas, Estados Unidos. Foi criada na cidade de San Diego, Califórnia, e, depois, foi para Los Angeles, no mesmo estado. De uma beleza fenomenal, começou a carreira como modelo. De 1984 a 1988, chamou a atenção com a personagem Kelly Capwell, da novela “Santa Bárbara”, exibida no canal aberto da NBC. Esse sucesso a levou, em 1987, para um papel de destaque no filme “A Princesa Prometida”. Sua primeira protagonista — Sara, do filme “Denial” — veio em 1990. A partir daí, passou a ser uma das mais requisitadas atrizes de Hollywood. Até 2016, foram 42 filmes. Em 2013, assumiu o papel da personagem Claire Undrwood, da série “House of Cards”, com a qual ganhou, em 2014, o Globo de Ouro de melhor atriz dramática de televisão.

robin-wright amor-sem-pecadoPrincipais Filmes
1987 — A Princesa Prometida
1990 — Denial
1990 — Um Tiro de Misericórdia
1992 — Os Playboys
1992 — Toys
1994 — Forrest Gump
1995 — Acerto Final
1996 — Os Amores de Moll Flanders
1997 — Crime Passional
1997 — Loucos de Amor
1998 — À Beira do Caos
1999 — Uma Carta de Amor
2000 — Como Matar o Cão do Vizinho
2000 — Corpo Fechado
2002 — Deixe-Me Viver
2003 — Crime de Um Detetive
2004 — Uma Casa No Fim do Mundo
2005 — Esperança e Preconceito
2006 — Invasão de Domicílio
2010 — Conspiração Americana
2013 — Amor Sem Pecado



© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados