Imprimir
Categoria: Atrizes Cariocas
Acessos: 506

toc p1Transtornada Obssessiva

02/02/2017 — Estreou nos cinemas brasileiros a comédia “TOC — Transtornada, Obsessiva, Compulsiva”. Investindo no filão que há alguns anos vem dando certo, a produtora Downtown Filmes, desta vez, apostou no carisma da Tatá Werneck. De acordo com a sinopse, ela é Kika K, uma atriz que está em novelas, em campanhas publicitárias e é idolatrada por milhões de fãs. Mas, por trás das aparências, na vida pessoal e profissional, está em crise. Ela, então, precisa lidar com as limitações do seu Transtorno Obsessivo Compulsivo. Nesse caminho, Kika se depara com o Felipão (Luís Lobianco), um fã obsessivo, aguenta um namorado galã sem noção (Bruno Gagliasso) e sofre os compromissos profissionais marcados pela exigente empresária (Vera Holtz). Além de fazer a protagonista, a Tatá assina o roteiro do filme.

01Na Capa Da VIP
10/07/2016 — Estrela em ascensão, a atriz Tatá Werneck é o destaque da capa da revista VIP de julho. Sem ser do tipo “mulherão”, ela faz bonito no ensaio sensual de oito páginas, cujas fotos são assinadas pelo fotógrafo Yuri Sardenberg. Na carreira, está “na estrada” desde 1994 quando estreou no teatro e na televisão, onde atuou como convidada no programa “Xuxa Park”. Mas o sucesso veio mesmo a partir de 2013 depois de se destacar em programas humorísticos exibidos na MTV. Neste mesmo ano, teve uma oportunidade na novela “Amor à Vida”.

Na pele da personagem Valdirene do Espírito Santo, agradou tanto que, em 2015, foi convidada para a novela “I Love Paraisópolis”, na qual fez dupla com a Bruna Marquezine. Em 2016, na novela “Haja Coração”, assumiu a sua primeira protagonista. Ela faz Fedora, a destrambelhada da trama. No cinema, são cinco filmes: “Podia Ser Pior” (2010), “Teste de Elenco” (2011), “De Pernas Pro Ar 2” (2012), “Loucas Pra Casar” (2015) e “TOC” (2016). Além disso, fez a dublagem das personagens Dipper e Gigi, dos filmes “Aviões 2” (2014) e “Pets” (2016). Talita Werneck Arguelhes nasceu no dia 11 de agosto de 1983, na cidade do Rio de Janeiro. Destaca-se pela verve cômica.