banner-topo

Facebook punido por litigância de má fé no caso do cantor Cristiano Araújo

justica1Contra a Dignidade da Justiça

03/07/2015 — Na última semana, após o acidente que matou o cantor Cristiano Araújo e sua namorada, Allana Moraes, vídeos e fotos com imagens do cantor morto foram difundidas nas redes sociais. Desde então, a empresa CA Produções Artística entrou com um pedido na justiça para que o Google e o Facebook retirassem as tais imagens. As redes sociais empresas entraram com recurso contra esta liminar. Mas o juiz do caso rejeitou o recurso e ainda decidiu que as empresas podem ter que pagar multa por má fé, pois podem ter utilizado o expediente recursal para ganhar tempo no processo. As empresas teriam agido como má fé, ferindo o artigos 18 e 125, III, do Código de Processo Civil. A multa pode chegar a R$ 50 mil.

Artigo 18. O juiz ou tribunal, de ofício ou a requerimento, condenará o litigante de má fé a pagar multa não excedente a um por cento (1%) sobre o valor da causa e a indenizar a parte contrária dos prejuízos que esta sofreu, mais os honorários advocatícios e todas as despesas que efetuou.

Artigo 125. O juiz dirigirá o processo conforme as disposições deste código, competindo-lhe:
Inciso III
. Prevenir ou reprimir qualquer ato contrário à dignidade da justiça.

c-araujo2Cristiano Será Homenageado
01/07/2016 — O cantor sertanejo Cristiano Araújo, morto recentemente num acidente de carro, deverá ser homenageado pelo Hospital do Câncer de Barretos. A informação foi dada pelo presidente da instituição, Henrique Prata à EPTV/Ribeirão. O cantor, entre 2012 e 2015, teria doado o valor arrecadado em quatro shows — quase R$ 2 milhões — para a realização de obras do hospital. Assim, uma das alas do novo hospital que está sendo construído em Porto Velho, Rondônia, receberá o nome do cantor goiano. A “filial” do Hospital de Barretos no norte do país ocupará uma área de cinco mil metros quadrados. Está sendo totalmente financiada com doações. No final do ano, será lançado um DVD de músicas inéditas, cuja renda será também revertida para as obras.

c-araujo1Cristiano Melo de Araújo
Nasceu no dia 24 de janeiro de 1986, na cidade de Goiás, Goiás. Morreu no dia 24 de junho de 2015, na cidade de Goiânia. Desde criança teve influência da música sertaneja. Aos seis anos de idade, ganhou dos seus pais o primeiro violão. Aos nove, começou a fazer apresentações em público. Aos treze, gravou o primeiro disco, com cinco músicas, para participar do Festival do Faustão. Ficou entre os seis melhores da região centro-oeste e ganhou o direito de participar do disco “Jovens Talentos”. O primeiro disco-solo — “Efeitos Tour” — chegou em 2011. Seguiram-se “Ao Vivo Em Goiânia” (2012), “Continua” (2013) e “Ao Vivo Em Cuiabá” (2014). Morreu precocemente aos 29 anos, vítima de um acidente automobilístico quando voltava de um show.



© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados