alcides-bernal in1Campo Grande
linha-gif

Foi fundada no dia 23 de novembro de 1889. Emancipou-se politicamente no dia 26 de agosto de 1899.

Situa-se no centro do Estado do Mato Grosso do Sul. Limita-se ao norte com os municípios de Jaraguari e Rochedo, ao sul com Nova Alvorada do Sul e Sidrolândia, a leste com Ribas do Rio Pardo e a oeste com Terenos. Segundo estudos do IBGE, em 2012 a população estava estimada em 805,397 mil habitantes, assentados numa área de 8,1 mil quilômetros quadrados. Seu Produto o Interno Bruto está estimado em 9,7 bilhões de reais, distribuídos pelos setores de serviços, comércio e turismo (80,2%), indústria (18,7%) e agropecuária (1,1%). O índice de desenvolvimento humano (IDH) medido pela ONU é 0,814, considerado elevado para os padrões nacionais. Suas receitas estimadas para 2012 foram 1,4 milhão de reais. O prefeito eleito para o quadriênio 2013-2016 é o radialista e advogado Alcides Bernal, de 47 anos (foto).

campo-grande vista1Historicamente, em junho de 1872, José Antônio Pereira e sua comitiva acamparam no local denominado Mato Cortado, hoje Horto Florestal, na confluência de dois córregos, mais tarde conhecidos como Prosa e Segredo. No dia seguinte, cavalgando pelas imediações, ele avistou um rancho, onde foi encontrar uma família assentada. Contudo, é a ele que a história confere todas as iniciativas e providências com vistas à fundação do Arraial de Santo Antônio de Campo Grande. A capela, sob a invocação de Santo Antônio, foi concluída em 1877. No início de 1878, chegou o primeiro vigário a fim de abençoar a capela, o arraial, celebrar a primeira missa e outros atos religiosos. Na oportunidade, três casamentos entrelaçaram as famílias Pereira e Vieira de Souza, das quais nasceram os primeiros campo-grandenses. Em 1889, o arraial ganhou a primeira escola.

O encontro dos trilhos da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil do ramal vindo de Porto Esperança (MS) com o procedente de Bauru (SP), e a chegada do primeiro trem em maio de 1914, marcaram decisivamente o futuro da cidade. Data daí sua consolidação e o seu progresso. Em 1914 chegou também o 5.° Regimento de Artilharia Montada e, em 1921, passou a ser sede da Circunscrição Militar de Mato Grosso. Dois anos depois, houve um movimento em favor da divisão do estado, instalando-se na cidade o Governo Provisório. Em 1934, por intermédio da Liga Sul Matogrossense, foi encaminhado ao Congresso Nacional Constituinte pedido de criação de um  território federal ou estadual autônomo na região sul de Mato Grosso. O documento figurou com mais de treze mil assinaturas.

O desenvolvimento da cidade acelerou-se, estimulado pela efetivação de obras públicas de grande porte, destacando-se a pavimentação asfáltica de suas principais ruas; abastecimento de energia elétrica com interligação ao sistema CESP; modernização do sistema de comunicação urbana e interurbana, do transporte aéreo e pavimentação asfáltica do sistema rodoviário interestadual. Por recomendação do presidente Ernesto Geisel, a Superintendência de Desenvolvimento da Região Centro-Oeste iniciou, em 1975, os estudos básicos visando à divisão do Estado do Mato Grosso. Finalmente, em outubro de 1977, foi sancionada em Brasília a lei criando o Estado do Mato Grosso do Sul, que estabeleceu em seu artigo 3.° que a cidade de Campo Grande seria a capital do novo estado. Iniciou-se assim um novo ciclo de expansão e desenvolvimento.

Cidades Brasileiras

UP TOGGLE DOWN


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados