caxias-ma leo-coutinho1Caxias-MA
linha-gif

Foi elevada à categoria de município no dia 5 de junho de 1836.

Localiza-se no leste do Estado do Maranhão. Limita-se geograficamente com os municípios de Coelho Neto, ao norte; Codó, ao nordeste; São João do Sóter, ao leste; Timon, ao sul; e com o Estado do Piauí, ao leste. A população estimada pelo censo de 2010 do IBGE está em 155.202 habitantes, distribuídos por uma área geográfica de 5.224 quilômetros quadrados. Seu Produto Interno Bruto (PIB) está estimado em R$ 738,5 milhões, distribuídos pelos setores de Serviços, Comércio e Turismo (76,8%), Indústria (16%) e Agropecuária (7,2%). O PIB per capita é um dos mais baixos do estado: R$ 5,1 mil, muito abaixo do da capital, São Luiz (R$ 15,4 mil). O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), medido pela ONU, é 0,614, considerado médio. A cidade é administrada pelo prefeito Leo Coutinho (PSB), reeleito em 2012, com 40.004 votos (53,8%). Aos habitantes do lugar, dá-se o nome de caxiense.

Historicamente, era um agregado de índios timbiras e gamelas. Com a chegada dos colonizadores, esses índios internaram-se nas montanhas e florestas, abandonando suas primeiras habitações. No século XVIII, estabelecendo-se nas aldeias abandonadas, os portugueses edificaram a Igreja Nossa Senhora da Conceição e deram à nova povoação o nome de Aldeias Altas, em contraposição, talvez, às primeiras já estabelecidas no Baixo Itapecuru. Nos primeiros documentos de que se tem notícia e que foram justamente aqueles remetidos pelos missionários jesuítas para Roma e Lisboa, a localidade é mencionada com o nome de “Guanaré”. Com a construção, ainda no século XVIII , da Capela de São José apareceu também, por vezes, com o nome de São José das Aldeias Altas.

goncalves-dias in1Em 1811, foram-lhe conferidos títulos e prerrogativa de vila com a denominação de Caxias das Aldeias Altas, nome reduzido para Caxias, quando de sua elevação a cidade em 1836. Segundo alguns historiadores, o nome Caxias foi dado ao município, em razão da existência, em Portugal, de uma freguesia com idêntica denominação, costume muito comum aos lusitanos da época. Entretanto, para o professor Basílio de Magalhães, a grafia correta do topônimo seria “Cachias” já provinha de “Cachia”, nome dado à esponja, flor do arbusto chamado “corona christi”. O poeta Gonçalves Dias, nascido no município, imortalizou o local, escrevendo a bela poesia O Morro do Alecrim, resultando daí a nova denominação dada ao Morro das Tabocas.

O município sofreu as consequências da Balaiada, revolta que abalou o Maranhão no período de 1838 a 1840. Na história da pacificação do estado, teve importante papel o cabo-de-guerra Luís Alves de Lima e Silva. Foi no legendário Morro do Alecrim que o grande soldado recebeu do imperador do Brasil a comunicação de que seria agraciado com um título honorífico e de que deveria escolher a designação que desejava. O famoso militar escolheu, então, o título de Barão de Caxias, sendo depois elevado a marquês e Duque de Caxias. Entre os seus filhos ilustres, além do poeta Gonçalves Dias (à esquerda),  encontra-se o filósofo Raimundo Teixeira Mendes.

Cidades Brasileiras

UP TOGGLE DOWN


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados