blumenau1Blumenau & Philips

19/12/2016 — A cidade de Blumenau, de Santa Catarina, vai receber um salto de desenvolvimento. Foi anunciada ampliação do centro tecnológico da Philips. Hoje, a multinacional holandesa ocupa um prédio de 3,7 mil metros quadrados. Com a expansão, serão acrescentados mais três mil metros quadrados à planta. O início do funcionamento desta nova ala está prevista para 2017. A expectativa é para a contratação de mais 400 funcionários entre programadores, analistas, consultores de implantação e gerentes de projetos. Na cidade catarinense, a empresa desenvolve softwares de gestão de saúde. Blumenau é uma das cidades mais modernas do Brasil. Além da Philips, a cidade abriga grande empresas do setor têxtil, como a Hering, por exemplo.

escola-cerveja1Escola Superior De Cerveja
03/04/2014 — A cidade de Blumenau, em Santa Catarina, instalou a Escola Superior de Cerveja e Malte. Primeira do gênero na América Latina, a instituição oferece workshops (produção artesanal de cerveja), cursos de pós graduação (Gestão e Negócios de Cerveja), cursos de aperfeiçoamento (Bier Chef), de extensão (Aspectos Tributários da Cerveja) e de ensino a distância (Introdução às Escolas e Estilos). A escola surge a reboque de um mercado já aquecido e, ainda assim, em permanente crescimento. O diretor Carlo Enrico Bressiani disse à revista Playboy: “Em relação às técnicas de produção da bebida, tomas como base algumas escolas alemãs”. Quanto ao trabalho de somellier, a inspiração veio dos norte-americanos.

BLUMENAU foi fundada no dia 2 de setembro de 1850. Emancipou-se politicamente no dia 28 de julho de 1894, através da Lei Estadual n.º 197. Situa-se no nordeste do Estado de Santa Catarina. Limita-se territorialmente ao norte com o município de Jaguará do Sul, a nordeste com Massaranduba, ao sul com Botuverá e Guabiruba, ao sudoeste com Indaial, ao leste com Luis Alves e Gaspar e ao oeste com Pomerode. O IBGE, em 2016,  estimou a população em 343.715 habitantes, assentados numa área de 519,8 quilômetros quadrados. Seu Produto Interno Bruto estimado (2014) é de R$ 16,8 bilhões, divididos pelos setores de Comércio e Serviços (49,4%), Indústria (27,38%) e Agropecuária (0,24%). O Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) é 0,806, considerado muito alto pelos padrões da ONU.

blumenau-october1Historicamente, a região era habitada por índios. Permaneceu inexplorada economicamente até quase o término da primeira metade do século XIX. Entretanto, desde começos da centúria, atenções governamentais se voltaram para o seu aproveitamento. Em 1821, Vasconcelos Drumond chegou mesmo a despender, sem resultado apreciável, cerca de cinco mil cruzados, na tentativa de colonizá-la. Segundo documentos existentes nos arquivo públicos, outras tentativas sucederam, sem sucesso. A cidade está intimamente ligada à vida do pioneiro que lhe deu o nome Hermann Bruno Otto Blumenau, nascido em 1819, no Ducado de Brunswick, Alemanha.

Influenciado por dois notáveis amigos e pelo consulado geral do Brasil na Prússia, entrou em atendimentos com a Sociedade de Proteção aos Emigrados Alemães, sediada em Hamburgo, que o convidou a visitar o Brasil, a seu serviço. Aqui chegando em junho de 1846, após visitar o Rio Grande do Sul, permaneceu cerca de oito meses na capital do império, aprendendo português a fim de examinar com segurança a situação das colônias alemãs. Em 1847, associou-se a Fernando Hackradt, com quem percorreu demoradamente o Vale do Itajaí, a partir de janeiro de 1848, para a escolha de um lugar destinado a uma colônia alemã.

No intuito de legalizar a posse das terras que devassara, o pioneiro foi à capital da província, tendo feito os preparativos para a futura colonização. Circunstâncias as mais diversas, a maioria de ordem burocrática, dificultaram o andamento dos papéis em que solicitava apoio do governo à sua pretensão. Apesar disso, em 1849, obteve do presidente da província a concessão de duas léguas quadradas de terras e nela construiu um engenho de serrar madeira e alguns ranchos. A essa época, dissolvia-se em Hamburgo a Sociedade de Proteção aos Emigrantes Alemães, também chamada Companhia Protetora. A ocorrência modificou os planos do pioneiro que, em seguida, constituiu a empresa exploradora Blumenau & Hackradt, a fim de prosseguir em seu intento.

Deixando seu sócio às margens do Ribeirão da Velha, com boa soma em dinheiro para as despesas com ranchos, roças e engenhos e para a compra de alguns terrenos vizinhos no Garcia e à margem esquerda do Itajaí, embarcou para a Alemanha onde publicou seu livro “Suedbrasilien Auswanderung und Kolonisation”, verdadeira apologia à colonização alemã no Brasil, isso em princípios de 1850. Em 1873, foi criado o distrito com a denominação de Blumenau, subordinado ao município de Itajaí. O distrito foi elevado à condição de vila em 1880. Ganhou status de cidade em 1894, incorporando os distritos de Indaial e Gaspar.

Modernamente, tornou-se a quarta economia do Estado de Santa Catarina. Embora o turismo seja forte, a riqueza da cidade baseia-se na indústria têxtil. Lá estão instaladas grandes empresas do ramo, como a Hering, a Karsten e a Teka. É considerada a maior produtora mundial de etiquetas. Destaca-se ainda em outros setores industriais, como a metalúrgica, mecânica e de material elétrico, apresentando-se como o maior polo produtor de transformadores do Brasil, consolidando sua economia diversificada. Outro setor de destaque é o de informática. É a cidade-sede do chamado Vale do Software por seu pioneirismo do setor no estado. Entre os seus filhos ilustres, destacam-se a modelo Analice Nicolau e a atriz Vera Fischer.


Cidades Brasileiras

UP TOGGLE DOWN


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados