cachaca porto-morretes-premium ft1A Melhor Cachaça

27/01/2016 — A Porto Morretes Premium, produzida na cidade de Morretes, Paraná, foi eleita a melhor cachaça do Brasil, numa prova às cegas realizada durante a 2.ª edição da Cúpula da Cachaça, o concurso de cachaça mais importante do país. Ao todo, cinquenta cachaças, entre brancas e envelhecidas, foram degustadas por um painel formado por onze especialistas do setor. A cachaça fica durante três anos maturando em barris de carvalho. Nesse tempo a bebida adquire características únicas de cor, aromas e sabores. Na degustação, nota-se o aroma marcante da baunilha. Na boca, sente-se a suavidade típica duma bebida madura, complexa e muito agradável ao final, segundo declararam os críticos que a escolheram. Vendida numa garrafa de 700 mililitros, custa R$ 95,00.

morretes pano ft1Morretes — Foi fundada no dia 31 de outubro de 1733. Conseguiu a emancipação política no dia 1.º de março de 1841. Situa-se no extremo leste (região litorânea) do Estado do Paraná. Limita-se geograficamente com os municípios de Campina Grande do Sul, ao norte; Antonina, ao nordeste; Quatro Barras, ao noroeste; Guaratuba, ao sul; São José dos Pinhais, ao sudoeste; Paranaguá, ao leste; e Piraquara, ao oeste. A população estimada pelo IBGE em 2015 é de 16.435 habitantes, distribuídos por uma área física de 684,6 quilômetros quadrados. O Produto Interno Bruto estimado (preços correntes) em 2013 é de R$ 227,2 milhões, com predominância para o setor de serviços, com 41,72%. A agropecuária representa 18,61% e a indústria, 8,89%. O Índice de Desenvolvimento Humano é 0,686.

morretes helder ft1Historicamente, os primeiros moradores foram aventureiros e mineradores, vindos de vilas e povoações paulistas, em 1646, motivados pelas descobertas de jazidas de ouro na região. Foi o ouvidor Rafael Pires Pardinho quem, em 1721, determinou que a Câmara Municipal de Paranaguá medisse e demarcasse trezentas braças em quadra, para servir de localização da sede da futura povoação. O povoamento foi lento. Em meados do século XVIII, o capitão Antonio Rodrigues de Carvalho e sua esposa, Dona Maria Gomes Setúbal, passaram a residir no local, período em que foi construída uma igreja, sob a invocação da Nossa Senhora do Porto e do Menino Deus dos Três Morretes.

No período de 1811 a 1832, o comércio e a indústria sobrepujavam as demais atividades econômicas. Destacavam-se, particularmente, o beneficiamento da erva-mate e a indústria do aguardente. Em 1811, a povoação foi elevada à categoria de freguesia e, em 1841 à categoria de vila. O nome do município se originou do fato de estar a cidade cercada por morros de pequena elevação, denominados de “morretes”. O município abriga o Parque Estadual Graciosa, criado em 1990, para proteger a biodiversidade da região, e o Parque Estadual do Pau-Oco, criado em 1994, para proteger o sistema hídrico, a flora e a fauna. Também abriga parte do Parque Estadual Pico do Marumbi e do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange. A cidade é também famosa pelo prato típico chamado “barreado”, um tipo de carne cozida.


Cidades Brasileiras

UP TOGGLE DOWN


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados