bias-fortes in1BELO HORIZONTE foi fundada no dia 12 de dezembro de 1897.

Capital do estado, situa-se no centro-sul de Minas Gerais. Limita-se territorialmente ao norte com o município de Vespasiano, a nordeste com Santa Luzia, ao sul com Brumadinho, a sudeste com Nova Lima, a leste com Sabará e a oeste com Ribeirão das Neves, Contagem e Ibirité. O último censo demográfico (2010) estimou população em 2,4 milhões de habitantes, assentados numa área de 330,9 quilômetros quadrados. O Produto Interno Bruto (2008) está estimado em 37,5 bilhões, distribuído pelos setores dos Serviços, incluídos o comércio e o turismo (82,8%) e Indústria (17,2%). O setor agropecuário é insignificante. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), medido pela ONU, é 0,839, considerado elevado pelos padrões brasileiros. Aos filhos do lugar se dá o nome de belo-horizontinos.

Suas origens remontam ao início dos anos de 1700, quando parentes do bandeirante Bartolomeu Bueno da Silva (Anhanguera 2.º) ocuparam a Serra dos Congonhas e suas encostas. Ali estabeleceram a Fazenda do Cercado, onde desenvolveram plantação e criação de gado. Com a chegada de novos desbravadores, o local passou a se chamar Curral del Rei. Em 1707, já aparecia citado em documentos oficiais. Em 1711, foi obtida a carta de sesmaria. Mais tarde, algumas poucas fábricas se instalaram na região, onde se produzia algodão e se fundiam ferro e bronze. Das pedreiras, extraíam-se granito e calcário. Frutas e madeira eram comercializadas para outros locais. Tinha então o Curral del Rei cerca de 18 mil habitantes.

belo-horizonte cap1Em 1750, por ordem da coroa portuguesa, foi criado o distrito de Nossa Senhora da Boa Viagem do Curral. Em 1780, o local foi elevado à condição de freguesia, subordinado a Sabará, e englobando as regiões de Sete Lagoas, Contagem, Santa Quitéria, Buritis, Capela Nova do Betim, Piedade do Paraopeba, Brumado, Itatiaiauçu, Morro de Mateus Leme, Neves, Aranha e Rio Manso. Nesse tempo, foi construída a matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem. Em 1893, o governo da província propôs a mudança da capital para o local, tendo em vista que Vila Rica (hoje Ouro Preto) não oferecia mais as condições necessárias para o desenvolvimento da região. Os trabalhos de construção da nova capital foram iniciados em 1894 e, em 1897, foi inaugurada, tornando-se a primeira cidade moderna do Brasil — totalmente planejada.

As construções que mais marcaram a história da cidade no século XX foram: Cine Brasil (1931), edifício Chagas Dória (1934), do arquiteto Alfredo Marestrof; edifício Ibaté (1935), do arquiteto Ângelo Murgel; edifício da Prefeitura Municipal (1935); edifício Sulacap (1941), em articulação com o viaduto de Santa Teresa, do arquiteto Roberto Capello; edifício Acaiaca (1943), do arquiteto Luís Pinto Coelho; edifício do Banco do Brasil (1942) e o edifício da Santa Casa de Misericórdia (1946), ambos do arquiteto Raffaelo Berti. Localizada na região sudeste do Brasil, a cidade está a 716 quilômetros de Brasília, 586 quilômetros de São Paulo, 444 quilômetros do Rio de Janeiro e a 850 metros acima do nível do mar. Ocupa posição estratégica no mapa geopolítico brasileiro e no da América Latina. Integra uma malha viária e ferroviária vinculada aos principais centros e portos do país, o que fortalece a importância econômica do município.

marcio-lacerda in1Em 1999, uma pesquisa revelou que a cidade brasileira com maior número de bares e restaurantes no Brasil. A pesquisa contou na capital mineira 13 mil estabelecimentos desse tipo: um para cada grupo de 161 habitantes. Em 2008, esse primeiro lugar em barzinhos ainda persistia: cerca de dez mil estabelecimentos: um para cada grupo de 240 habitantes. Por outro lado, em 2002, a cidade foi classificada em 6.º, entre as capitais, no quesito turismo de negócios. Entre os seus filhos ilustres destacam-se: Daniela Cicarelli (modelo), Débora Franco (playmate da Playboy), Fernando Sabino (escritor), Samuel Rosa (cantor do grupo Skank), Tostão (jogador de futebol) e Zaíra Zambelli (atriz). O prefeito da cidade é o empresário Márcio Lacerda (PSB). Eleito em 2008 para o mandato de 2009-2012, foi reeleito no primeiro turno em 2012, com 52,69% dos votos, para o mandato 2013-2016. Administra a cidade junto com a Câmara Municipal, composta por 41 vereadores. 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados