15 de maio de 2013
linha-gif

A constante entrada de empresas e a grande oferta de emprego estão transformando Pouso Alegre em uma potência econômica no Sul de Minas. Segundo dados da prefeituras local, a previsão é de que com os novos investimentos, o Produto Interno Bruto (PIB) do município passe dos R$ 3 bilhões para os R$ 8 bilhões em 2013, um aumento de 173% em relação aos números divulgados pelo IBGE em 2010. Gerando duas vezes mais empregos do que a média nacional — um para cada doze habitantes — e à frente de outras cidades-polo da região, como Varginha e Poços de Caldas, a cidade tem hoje quatro mil postos de trabalho em aberto. Isso é decorrência de uma busca ativa por investidores e um drible na burocracia

Entre os incentivos fiscais oferecidos aos empresários que têm intenção de instalar empresas em na cidade estão: doação do terreno, isenção do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) por cinco anos, isenão do Imposto Sobre Serviços (ISS) e de todas as taxas municipais até a construção da empresa. Além dos incentivos, a posição geográfica do município também facilita os negócios. A cidade é cortada por cinco rodovias, duas delas federais, e está bem próxima das capitais — 180 km de São Paulo, 373 km de Belo Horizonte e 391 km do Rio de Janeiro. Além disso, é referência na educação, com uma universidade e três faculdades, as quais oferecem cursos superiores de graduação e de pós-graduação, sem contar as escolas de cursos técnicos como o IFSul de Minas.

De acordo com os números do IBGE, Pouso Alegre foi o município que apresentou o maior crescimento em número de habitantes no Sul de Minas nos últimos em dez anos. Passou de 106.776, em 2000, para 130.586, em 2010. Hoje, a cidade é a segunda maior cidade da região, perdendo apenas para Poços de Caldas, que tem cerca de 150 mil haibtantes. Entre as empresas que estão se instalando no município, está a multinacional chinesa Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG), do ramo de máquinas pesadas para construção civil. A empresa anunciou que deverá triplicar o investimento na cidade (de US$ 160 milhões para US$ 340 milhões). Somados, os recursos deverão chegar a R$ 1 bilhão até 2015.

Historicamente, Pouso Alegre era o antigo Arraial de Bom Jesus de Matozinhos do Mandu. Data mais ou menos de 1596 o devassamento, pelos bandeirantes paulistas, do Alto Sapucaí, por onde passaria em 1601, conforme Diogo de Vasconcelos, a expedição de D. Francisco de Souza, da qual fazia parte o alemão Glimmer, o primeiro naturalista a penetrar naquelas paragens. Pelos fins do século XVI já se sabia da existência de ouro no Alto Rio Verde e no Alto Sapucaí, como se lê na obra de Orville Derby, Os Primeiros Descobrimentos de Ouro em Minas Gerais. O primeiro marco de povoação teria sido lançado no século XVIII por João da Silva, fato relatado no Almanaque Sul-Mineiro, de 1874.


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados