vespasiano-hino1Vespasiano

17/04/2014 — Cerca de 16 mil alunos da rede pública de Vespasiano, cidade mineira com quase 115 mil habitantes, receberam cadernos com erros de grafia na letra do Hino Nacional. O descuido aparece na contracapa dos 55 mil cadernos que começaram a ser distribuídos para os estudantes no fim de março, quase dois meses após o início das aulas. Na impressão dos cadernos, a palavra “desafia”, do trecho “desafia a própria morte”, aparece como “desafa”. “Flâmula”, “flores” e “florão” aparecem sem a letra “L”, e a palavra “filho”, do verso “verás que um filho teu não foge à luta”, foi grafada sem a letra “I”. A prefeitura informou ao site da VEJA que vai distribuir adesivos com os trechos corretos para colar nos cadernos.

vespasiano-praca1VESPASIANO foi fundada em 27 de dezembro de 1948. Está situada na microrregião de Belo Horizonte. Limita-se geograficamente com os municípios de Lagoa Santa ao nordeste; Belo Horizonte e Santa Luzia ao sul; São José da Lapa e Confins ao sudoeste. De acordo com as estimativas do IBGE (2013), conta com 114.365 habitantes, assentados em 71,2 quilômetros quadrados. Seu Produto Interno Bruto (PIB 2011) estimado é de R$ 1,4 milhão, distribuído pelos setores dos serviços, comércio e o turismo (50,27%) e indústria (49,73%). A agropecuária é inexistente. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M, 2010) é 0,688, considerado médio pelos padrões da ONU. O prefeito da cidade, eleito em 2012 para o mandato 2013-2016, é Carlos Moura Murta.

vespasiano-murta1Historicamente, o município tem o seu desenvolvimento fortemente ligado ao crescimento de Belo Horizonte. Existem duas vertentes para justificar o surgimento do arraial que, mais tarde, daria origem à cidade. A primeira delas fundamenta-se numa pesquisa, realizada em 1994 pelo Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, que constatou a presença, por volta de 1738, dos primeiros habitantes no lugarejo, quando se instalou a 1.ª Cia de Ordenança de Minas Gerais. Por volta de 1745, a chegada dos primeiros mineradores em busca de riquezas, fez surgir o primeiro núcleo habitacional da região. A segunda vertente está intimamente ligada à figura de Dona Marianna da Costa. Ela incentivou muitas pessoas a se fixarem no lugar, doando-lhes pequenas áreas para assentamento.

Com a inauguração da Estrada de Ferro Central do Brasil, em 1894, o arraial passou a se chamar Vespasiano, em homenagem ao administrador da ferrovia, coronel Vespasiano Gonçalves de Albuquerque e Silva. A construção dessa ferrovia foi de grande importância do ponto de vista socioeconômico, pois, além de atrair novos moradores, favoreceu o escoamento dos produtos da região. Através da Lei Estadual 336, foi criado o Distrito de Vespasiano que, até 1948, pertenceu ao município de Santa Luzia. Através de muita luta política, os moradores do lugar conseguiram a autonomia em dezembro daquele ano. Atualmente, é a sede da Cidade do Galo, centro de treinamento do Clube Atlético Mineiro, e da Faculdade de Medicina Faseh. Cidade dormitório, situa-se a 15 quilômetros do Aeroporto Internacional de Confins.


 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados