mariana lama1Tragédia De Mariana

18/11/2016 — A Justiça Federal aceitou a denúncia apresentada no mês passado pelo Ministério Público Federal contra 22 pessoas envolvidas no rompimento da Barragem de Fundão, localizada próxima ao Distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais. Dessas, 21 são acusadas de inundação, desabamento, lesão corporal e homicídio com dolo eventual, que ocorre quando se tem a intenção ou assume o risco de matar. A Samarco, responsável pela estrutura, e suas acionistas Vale e BHP Billiton também se tornaram rés por diversos crimes ambientais. O engenheiro Samuel Loures e a empresa VogBR responderão pela emissão de laudo enganoso sobre a estabilidade da barragem. Considerada a maior tragédia ambiental do Brasil, o episódio que deixou 19 mortos completou um ano no dia 5 de novembro de 2016.

O Poder Destrutivo Da Lama
27/11/2015 — A lama que vazou das barragens da mineradora Samarco, em Mariana (Minas Gerais), já provocou a morte de onze toneladas de peixes ao longo do Rio Doce, segundo informações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Por determinação judicial, a empresa tem recolhido os peixes sob a supervisão de equipes do Ibama. Conforme o instituto, a morte dos peixes é causada basicamente pelo entupimento das guelras pela lama. Baixos níveis de oxigênio na água, o que pode ser provocado pela presença em alta quantidade dos rejeitos de minério de ferro, também podem impedir a sobrevivência de animais aquáticos. Por outro lado, os pescadores da região entraram na justiça para serem indenizados mensalmente pela mineradora.

mariana-duartejr15aMariana — Foi fundada no dia 16 de julho de 1696. Localiza-se no sudeste do Estado de Minas Gerais. Limita-se geograficamente com os municípios de Catas Altas, ao norte; Alvinópolis, ao nordeste; Santa Bárbara, ao noroeste; Piçanga, ao sul; Diogo de Vasconcelos, ao sudeste; Acaiaca e Barra Longa, ao leste; e Ouro Preto, ao oeste. A população estimada pelo IBGE em 2015 foi de 59.346 habitantes, assentados numa área física de 1,194 mil quilômetros quadrados. O Produto Interno Bruto estimado em 2011 foi de R$ 5,4 bilhões, distribuídos pelos setores da indústria (80,4%), serviços, comércio e turismo (19,3%) e agropecuária (0,3%). O Índice de Desenvolvimento Humano medido em 2010 é 0,742, considerado alto pelos critérios da ONU. O prefeito é Duarte Eustáquio Júnior, do PPS, reeleito em 2016, com 74,37% dos votos válidos.

mariana-igreja15aHistoricamente, a região foi percorrida por bandeirantes paulistas no século XVII. Eles acharam ouro, minério que aflorava num pequeno rio, ao qual deram o nome de Ribeirão do Carmo. Em 1671, foi iniciado o povoamento. O número de habitantes cresceu rapidamente por causa da descoberta de mais de mil jazidas de ouro. A corrida do ouro gerou a Guerra dos Emboabas, da qual redundou o desmembramento da capitania mineira do território de São Paulo. Em 1711, o local foi elevado à condição de vila, primeiro com o nome de Vila do Albuquerque e, depois, Vila do Ribeirão do Carmo. Em pouco tempo, a vila se transformou no principal centro de comércio de Minas Gerais. O progresso econômico foi ao auge com a chegada das grandes mineradoras.

Só a Samarco, que chegou ao município em 1977, contribuiu com R$ 1,9 bilhão nas contas de 2011. Naquele ano, a empresa de capital fechado, controlada pela Vale S/A e pela BHP Billiton Brasil, inaugurou o projeto “Terceira Pelotização”. Com investimento de US$ 1,35 bilhão, aumentou a capacidade produtiva para 21,6 milhões de toneladas por ano. O aumento do PIB refletiu num crescimento de 414% da receita orçamentária do município, passando de R$ 10,6 milhões, em 2000, para R$ 268 milhões, doze anos mais tarde. A riqueza que vem do subsolo impactou o emprego formal. Entre 2002 e 2012, o município passou de 5.953 vagas com carteira assinada para 12.766, crescimento de 114% no período. A cidade também alcançou um dos melhores índices de formalização do trabalho, chegando a 2010 com 45,7% dos trabalhadores da população economicamente ativa com carteira.

Vereadores Eleitos Em 2016

VEREADOR APELIDO PARTIDO VOTOS %
JULIANO VASCONCELOS GONÇALVES Juliano Duarte PPS 2.620 7,12
CRISTIANO SILVA VILLAS BOAS Cristiano Silva PT 1.590 4,32
BRUNO MOLL CRIVELLARI Bruno Moll PMDB 1.333 3,62
RONALDO ALVES BENTO Ronaldo Bento PSB 1.304 3,54
EDSON AGOSTINHO DE CASTRO CARNEIRO Leitão PPS 1.296 3,52
FERNANDO SAMPAIO DE CASTRO Fernando Sampaio PRB 1.209 3,28
ANTÔNIO MARCOS RAMOS DE FREITAS Tenente Freitas PHS 1.141 3,10
GERALDO SALES DE SOUZA Bambu PDT 1.003 2,72
JOÃO BOSCO CERCEAU IBRAHIM Professor João Bosco PP 996 2,71
JOSÉ JARBAS RAMOS FILHO Zezé de Nego PTB 973 2,64
GERSON TEIXEIRA DA CUNHA Gerson Cunha PSC 969 2,63
MARCELO MONTEIRO MACEDO Marcelo Macedo PSDB 909 2,47
ADIMAR JOSÉ COSTA Adimar Costa PSC 906 2,46
DEYVSON DE NAZARETH RIBEIRO Deyvson da Angel Fly SD 835 2,27
DANIELY CRISTINA SOUZA ALVES Daniely de Zezinho Salete PR 779 2,12


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados