banner-topo

George Berkeley, irlandês, formulou o princípio segundo o qual “ser é ser percebido”

george-berkeley1George Berkeley

Nasceu no dia 12 de março de 1685, no Condado de Kilkenny, Província de Leinster, Irlanda. Morreu no dia 14 de janeiro de 1753, na cidade de Oxford, Inglaterra.

Estudou no Trinity College, de Dublin, Irlanda, onde se tornou professor em 1707. Dois anos depois, publicou o seu primeiro livro importante: “Ensaio Para Uma Nova Teoria da Visão”. Em 1710, expôs o seu novo princípio — “ser é ser percebido” — na primeira parte da obra “Tratado Sobre os Princípios do Conhecimento Humano”. Em 1712, publicou “Três Diálogos Entre Hylas e Philonous Em Oposição aos Céticos e Ateístas”, para melhor explicar as suas concepções.

Nessa época, tornara-se ministro da Igreja Anglicana e, em Londres, passou a escrever ensaios para o jornal The Guardian. Em 1713, abandonou essa atividade, tornando-se preceptor de jovens ingleses que desejavam visitar a Itália. Viajou logo depois para esse país, onde permaneceu até 1721. Nesse período, perdeu o manuscrito da segunda parte dos “Princípios”, que jamais voltou a escrever. Atirou-se em seguida à polêmica religiosa, atribuindo todos os males do seu país à incredulidade. Pensando em remediar esses males, foi como missionário para as Ilhas Bermudas, território britânico no Caribe, onde permaneceu por três anos. Nessa viagem pela América, escreveu o “Alciphron” (1732), uma série de diálogos contra os livres pensadores. Novamente em Londres, escreveu “O Analista” (1734).

george-berkeley2Nesse ano, foi nomeado bispo da localidade de Cloyne, Condado de Cork, Irlanda. Durante a fome e a epidemia de peste que ocorreram entre 1739 e 1741, devotou-se aos doentes, tentando curá-los com água e alcatrão. Sobre essa experiência, publicou depois a obra “Siris”, em 1744. Também por esta época escreveu “O Questionador”, livro em que reflete sobre questões econômicas e sociais. Em 1752, já velho e doente, renunciou ao episcopado e retirou-se para a cidade de Oxford, na Inglaterra, onde terminou os seus dias. “Tratado Sobre os Princípios do Conhecimento Humano” e “Três Diálogos Entre Hilas e Philonous...” foram publicados pela Editora Abril em 1980 como parte da coleção “Os Pensadores”.


 


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados