Imprimir
Categoria: Astrônomos
Acessos: 2229

johann-bode1Johann Bode

JOHANN ELERT BODE nasceu no dia 19 de janeiro de 1747, na cidade de Hamburgo, Alemanha. Morreu no dia 23 de novembro de 1826, na cidade de Berlim.

Quando jovem, sofria de grave doença ocular, que danificou o seu olho direito. A sua precocidade em matemática chamou a atenção do matemático Johann Georg Büsch, que lhe ofereceu a própria biblioteca para estudo. Começou a carreira científica com a publicação de um curto trabalho sobre o eclipse solar de 5 de agosto de 1766.

Esse trabalho foi seguido por um tratado elementar de astronomia, intitulado “Instruções Para o Conhecimento dos Céus Estrelados” (1768), cujo sucesso o levou para Berlim. Na capital, fundou, em 1774, o conhecido Astronomisches Jahrbuch, que dirigiu por 51 anos. Tornou-se conhecido, sobretudo, pela lei empírica que leva o seu nome. A sua descoberta provocou a procura, em escala internacional, de um planeta que, segundo o estudo, deveria ter órbita entre as de Marte e Júpiter.

Essa busca foi bem sucedida quando, em 1801, foi descoberto o primeiro asteroide, que recebeu o nome de “Ceres”. A chamada “Relação de Bode” permitiu obter, com boa aproximação, as distâncias médias do Sol em relação aos principais planetas do sistema solar. Seu valor prático foi comprovado em 1781, quando o astrônomo William Herschel descobriu o planeta Urano, seguindo aquela indicação. Entre os muitos trabalhos que deixou para a posteridade, destaca-se a “Uranographia”. Trata-se de um catálogo de estrelas, de nebulosas e um mapa do céu.