danny-collins1Al Pacino

19/03/2015 — Estreou nos cinemas brasileiros a comédia dramática “Danny Collins”, estrelada pelo ator Al Pacino, prestes a completar 75 anos de idade. No filme, ele interpreta o personagem do título, um fictício astro veterano da música pop que decide mudar de vida depois de encontrar uma carta do John Lennon, cuja leitura é feita com quase quarenta anos de atraso. Depois de uma vida de excessos, o personagem parte em busca de uma reaproximação com o filho que abandonou. O filme é inspirado na história real do Steve Tilston, um cantor folk de Liverpool, Inglaterra. Ele deu uma entrevista em 1971, na qual disse que tinha medo que sua arte fosse afetada se um dia ficasse rico e famoso. John Lennon teria lido a entrevista e escrito uma carta para ele, a qual ficou arquivada. A mensagem só foi descoberta em 2005 por um colecionador, que a mostrou a Tilston.

o-ultimo-ato1No dia 26/03/2015, outro filme de Al Pacino também estreou nos cinemas brasileiros. Em “O Último Ato”, ele interpreta um ator decadente que muda de vida ao se envolver emocionalmente com a filha lésbica de um antigo amigo. A moça, que, na juventude, teve uma paixonite pelo ator, resolve jogar tudo para o alto para assumir o relacionamento. Lisonjeado pelo súbito interesse de alguém bem mais jovem, ele embarca na relação. Mas logo percebe que as diferenças de idade e de pensamento são grandes problemas a serem enfrentados. O longa-metragem é uma adaptação do livro “A Humilhação”, do escritor americano Philip Roth. O filme participou do Festival de Veneza em 2014 e ainda não estreou nos cinemas americanos.

O Poderoso
ALFREDO JAMES PACINO nasceu no dia 25 de abril de 1940, na cidade de Nova York, Estados Unidos. Filho de ítalo-americanos, começou a atuar no teatro ainda na adolescência. No cinema, estreou com 29 anos no filme “Uma Garota Engraçada”, de 1969. A ascensão meteórica veio após o personagem Michael Corleone do filme “O Poderoso Chefão”, de 1972. Pelo desempenho, foi indicado para o Oscar de melhor ator coadjuvante. Recebeu outras indicações por “Sérpico” (1973), “O Poderoso Chefão 2” (1974), “Um Dia de Cão” (1975), “Justiça Para Todos” (1979), “Dick Tacy” (1990) e “Sucesso a Qualquer Preço” (1992). Ganhou a estatueta em 1992, mas pelo desempenho em “Perfume de Mulher”. Até 2014 já havia participado de mais de cinquenta produções. É um dos atores mais respeitados da indústria cinematográfica em todos os tempos.

insonia1Insomnia
16/08/2002 — Chegou aos cinemas o filme “Insônia”. O chamativo da trama é a presença do ator Al Pacino, um dos mais prestigiados pela crítica em todos os tempos. Ele interpreta o policial Will Dormer, enviado a uma pequena cidade do Estado do Alasca para investigar a morte de um adolescente. As coisas começam a complicar quando, acidentalmente, acaba atirando no próprio parceiro, o Hap Eckhart, vivido pelo ator Martin Donovan.

Consumido pela culpa, Dormer ganha um álibi, fornecido pela própria polícia. Na sequência do caso do adolescente, o policial passa a ser chantageado pelo Walter Finch (Robin Williams), o suspeito que tentava prender. Este o acusa de ter armado a situação para que não fosse condenado pela morte do parceiro. O investigador acaba recebendo a ajuda da detetive Ellie Bur (Hilary Swank), representante da polícia local. “Insônia” foi o trigésimo segundo crédito do Al Pacino como ator.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados