o informante1The Insider

25/11/2019 — O filme “O Informante” foi lançado mundialmente nos cinemas no dia cinco de novembro de 1999. Aos cinemas brasileiros chegou no dia 25 de fevereiro de 2000. Traz o ator Al Pacino, então com 59 anos, em toda a sua forma. Ele interpreta o jornalista Lowell Bergman, da rede aberta americana CBS, produtor o programa “60 Minutos”, envolvido no caso verídico que, em 1994, levou a indústria do cigarro aos tribunais. Lowell produziu uma entrevista com o bioquímico Jeffrey Wigand, que denunciou a manipulação de fórmulas de nicotina causadoras de doenças graves.

O jornalista teve de enfrentar o medo do cientista e a cúpula da própria CBS, que não quis, num primeiro momento, levar a entrevista ao ar. Num drama pesado, carregado de idas e vindas, o Al Pacino usou toda a sua experiência para dar credibilidade ao personagem. Depois de ganhar a parada, conseguindo o envolvimento dos jornais The New York Times e Wall Street Journal, o Lowell Bergman conseguiu colocar a entrevista no ar, o que desencadeou uma série de processos judiciais contra a indústria do cigarro, levando-a a pagar milionárias indenizações em diversos estados americanos. Na bilheteria mundial, o filme fez US$ 60,3 milhões. Foi o trigésimo primeiro trabalho do Al Pacino.

Pacino
ALFREDO JAMES PACINO nasceu no dia 25 de abril de 1940, na cidade de Nova York, Estados Unidos. Filho de ítalo-americanos, começou a atuar no teatro ainda na adolescência. No cinema, estreou com 29 anos no filme “Uma Garota Engraçada”, de 1969. A ascensão meteórica veio após o personagem Michael Corleone do filme “O Poderoso Chefão”, de 1972. Pelo desempenho, foi indicado para o Oscar de melhor ator coadjuvante. Recebeu outras indicações por “Sérpico” (1973), “O Poderoso Chefão 2” (1974), “Um Dia de Cão” (1975), “Justiça Para Todos” (1979), “Dick Tacy” (1990) e “Sucesso a Qualquer Preço” (1992). Ganhou a estatueta em 1992, mas pelo desempenho em “Perfume de Mulher”. Até 2019 já havia participado de mais de sessenta produções. É um dos atores mais respeitados da indústria cinematográfica em todos os tempos.

insonia1Insomnia
16/08/2002 — Chegou aos cinemas o filme “Insônia”. O chamativo da trama é a presença do ator Al Pacino, um dos mais prestigiados pela crítica em todos os tempos. Ele interpreta o policial Will Dormer, enviado a uma pequena cidade do Estado do Alasca para investigar a morte de um adolescente. As coisas começam a complicar quando, acidentalmente, acaba atirando no próprio parceiro, o Hap Eckhart, vivido pelo ator Martin Donovan.

Consumido pela culpa, Dormer ganha um álibi, fornecido pela própria polícia. Na sequência do caso do adolescente, o policial passa a ser chantageado pelo Walter Finch (Robin Williams), o suspeito que tentava prender. Este o acusa de ter armado a situação para que não fosse condenado pela morte do parceiro. O investigador acaba recebendo a ajuda da detetive Ellie Bur (Hilary Swank), representante da polícia local. “Insônia” foi o trigésimo segundo crédito do Al Pacino como ator.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados