Imprimir
Categoria: Atrizes Inglesas
Acessos: 7085

adoraveis mulheres p1Little Women

03/01/2020 — Vai chegar aos cinemas brasileiros no dia nove o filme “Adoráveis Mulheres”. O roteiro baseia-se no famoso romance da escritora americana Louisa May Alcott. As mulheres são quatro irmãs que passam por muitas dificuldades na infância e na adolescência, mas que permanecem muito unidas até a idade adulta. Uma delas é a Meg March, vivida pela atriz Emma Watson. É o vigésimo terceiro trabalho da francesa naturalizada britânica. Conhecida mundialmente pela participação nos filmes da série “Harry Potter”, também é festejada pelos papeis mais densos, com destaque para o drama “Noé”, de 2014. Em 2019, posou para as lentes do fotógrafo Paolo Roversi, num ensaio em que encarna uma noviça para o Calendário Pirelli.

emma-watson 20170306_vanity-fairEmma Watson
Emma Charlotte Duerre Watson nasceu no dia quinze de abril de 1990, na cidade de Paris, França. Filha de advogados britânicos, morou na capital francesa até os cinco anos de idade, quando se mudou para a cidade de Oxford, Inglaterra. Fez os seus primeiros estudos nesta cidade até 2003. Interessada pela carreira de atriz, estudou canto, dança e teatro. Em 1999, veio a escalação para viver a personagem Hermione, do primeiro exemplar da série “Harry Potter”, lançado em 2001.

A série, baseada na obra da autora J. K. Rowling, teve sete continuações e serviu para lançá-la ao estrelato mundial. Em 2011, formou-se em literatura inglesa numa faculdade dos Estados Unidos. Foi laureada com diversos prêmios. Estima-se que tenha amealhado ao longo da carreira 26 milhões de libras esterlinas (cerca de R$ 100 milhões). Em 2014, tornou-se embaixadora da ONU para ações sociais na África. Em 2017, foi eleita pelos assinantes da MTV americana a melhor atriz do ano pelo desempenho no filme “A Bela e a Fera”.

Feministas
06/02/2017 — A atriz Emma Watson, depois que adquiriu fama com a personagem Hermione Granger, da série de filmes do “Harry Potter”, assumiu, pelas redes sociais, uma posição de feminista radical. Passou a ser uma espécie de “musa” do movimento nos Estados Unidos. Agora, está pagando o preço pelo seu ativismo. Para divulgar o filme “A Bela e a Fera”, cuja estreia está prevista para o dia 16 de março, ela aceitou fazer um ensaio para a revista Vanity Fair, a preferida das celebridades. Nas fotos, ela deixa exposta uma parte dos seus seios. Por causa disso, está enfrentando críticas radicais das feministas de plantão, que a acusam de “trair” o movimento. Emma tem 27 anos de idade. Ao jornal The Guardian, declarou que a reação só revelou a ela o quanto de equívocos há no movimento feminista.