Amonite

24/09/2019 — A Kate Winslet, uma das atrizes mais premiadas do cinema, terminou dois filmes em 2019, os quais entrarão em cartaz nos cinemas mundiais em 2020. O destaque vai para o drama biográfico “Amonite”. Na trama, ela vive a Mary Anning, famosa paleontóloga britânica. A pedido de um amigo milionário, a cientista passa a cuidar da jovem Charlotte (Saoirse Ronan). Com o tempo, as duas constroem um forte laço da amizade. A sugestão de um romance lésbico causou polêmica durante a produção, pois a homossexualidade da cientista jamais ficou provada. Entre os trabalhos da biografada está a descoberta de um grupo extinto de moluscos cefalópodes chamados amonites, daí o título. O outro filme é a comédia “A Expedição Francesa”. A Kate Winslet também já começou a gravar o “Avatar 2”.

Kate
kate-winslet titanic1

KATE ELIZABETH WINSLET nasceu no dia 05 de outubro de 1975, na cidade de Reading, Condado de Berk, Inglaterra. Filha de atores, desde cedo conviveu com os bastidores do teatro e do cinema. Fez a sua primeira interpretação com cinco anos de idade. Estreou na televisão em 1990, com quinze anos. Em 1994, já estava na pele da protagonista Juliet Marion Hume, do filme “Almas Gêmeas”. Em 1996, pela interpretação da personagem Marianne Dashwood, do filme “Razão e Sensibilidade”, ganhou o prêmio de melhor atriz concedido pelo Sindicato dos Atores dos Estados Unidos. Ganhou também o Bafta, considerado o oscar britânico. Em 2001, viveu a célebre escritora inglesa no drama biográfico “Iris”. A consagração perante a crítica veio em 2009, com o Oscar e o Globo de Ouro de melhor atriz pelo filme “O Leitor”. Foi novamente premiada com o Globo de Ouro em 2016 pelo filme “Steve Jobs”, pelo qual também foi indicada para o Oscar. No total, na carreira, até 2019, são 63 créditos como atriz.



 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados