Imprimir
Categoria: Cineastas Americanos
Acessos: 3827

jogador numero1aPlayer One

02/04/2018 — O filme “Jogador Número 1”, dirigido pelo veterano Steven Spielberg, foi a principal sensação da semana nos Estados Unidos. Arrecadou nas bilheterias 53,2 milhões de dólares. A bilheteria mundial já registra 181,2 milhões de dólares. O cineasta, com 72 anos incompletos, mostra uma incrível capacidade de se reinventar.  Nesse filme, ele coloca em discussão a tecnologia da realidade virtual, em que as pessoas entram num universo virtual, no qual podem dançar em clubes da moda ou pilotar carros de luxo. A trama envolve o herói Wade Watts (Tye Sheridan). Ele visita o oásis virtual para fugir da vida medíocre que leva. Quando o refúgio passa a ser ameaçado, ele se une a outros avatares numa luta que pode lhes dar o poder de proteger aquele mundo. Este é o 57.º crédito do Spielberg como diretor.

spielberg1Steven Spielberg
STEVEN ALLAN SPIELBERG nasceu no dia 18 de dezembro de 1946, na cidade de Cincinnati, Estado do Ohio, Estados Unidos. Filho de um judeu, engenheiro na área da computação, viveu grande parte da vida na cidade de Phoenix, no Estado do Arizona. Com apenas treze anos, venceu um concurso de curta-metragem, como o filme “Fuga do Inferno”. Em 1962, com dezesseis anos, realizou o primeiro filme Super-8. Em 1969, estreou como diretor num episódio da série “Galeria do Terror”, exibido no canal aberto da rede NBC. Fez várias outras séries e filmes para a tevê até “estourar” no cinema, em 1975, com o filme “Tubarão”. A produção foi um sucesso mundial, arrecadando nas bilheterias 470,7 milhões de dólares. Começava, aí, uma carreira retumbante. Tornou-se, em pouco tempo, uma das pessoas mais poderosas da indústria cinematográfica.

Não obstante o sucesso de público de filmes antológicos como o “ET — O Extraterreste”, o “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida”, o “A Cor Púrpura”, etc., a crítica lhe torceu o nariz por um bom tempo. Embora tenha ganhado o prêmio de melhor roteiro do Festival de Cannes em 1975, pelo filme “Louca Escapada”, o Oscar e o Globo de Ouro só vieram em 1994, com o espetacular “A Lista de Schindler”, no qual conta a história do empresário alemão que salvou mais de mil judeus da morte durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1999, ganharia novamente os dois maiores prêmios do cinema, com o filme “O Resgate do Soldado Ryan”, uma saga de um pelotão americano, no centro nervoso da Segunda Guerra Mundial, à procura de um simples soldado, cujos irmãos tinham perecido no conflito. Fundou em 1981 a produtora Amblin Entertainment. No total, como produtor, são 168 créditos em filmes, séries e minisséries.

Vs. Oprah
18/01/2014 — O diretor Steven Spielberg destronou a magnata da mídia Oprah Winfrey como a celebridade mais influente dos Estados Unidos, de acordo com o estudo anual da revista Forbes, especialista em economia. A influência do diretor foi impulsionada por seu filme mais recente — Lincoln —, que ganhou doze indicações para o Oscar no ano passado, incluindo a de melhor filme e de melhor diretor. A produção arrecadou 275 milhões de dólares nas bilheterias em todo o mundo. A revista destacou a capacidade de Spielberg de atrair a atenção de estrangeiros para um drama tipicamente americano. No filme, ele traça um perfil dos bastidores e das minúcias da política em Washington no século XIX. A bilheteria mundial registrou 275,3 milhões de dólares.