garambone at1Adriana Garambone
Nasceu no dia 4 de julho de 1971, na cidade do Rio de Janeiro.
Iniciou a carreira como dançarina e modelo. Em 1990, foi convidada pela gravadora Som Livre para fazer a foto de capa do disco da novela Rainha da Sucata (Lambateria Sucata). A novela foi um sucesso, e ela aproveitou a onda. Em 1996, teve a primeira chance na televisão, ao participar da novela infantil Caça Talentos, estrelado por Angélica, na Globo.

Seguiu-se, ainda naquele ano, a personagem Clarice na novela Salsa e Merengue. Em 1997 teve uma participação não creditada no filme O Homem Nu, dirigido por Hugo Carvana. Teve outras pequenas participações em produções globais, como as novelas Corpo Dourado (1997), Pecado Capital (1998), Esplendor (2000), Roda da Vida (2001) e a minissérie O Quinto dos Infernos (2002).Voltou ao cinema em 2003 ao fazer uma ponta no filme Apolônio Brasil — Campeão da Alegria. Em 2004, pôde aproveitar seus dotes de dançarina no musical Chicago, em cartaz nos teatros de São Paulo e Rio de Janeiro, ao lado de outros expoentes da televisão brasileira.

Em 2005, foi contratada pela Rede Record para viver a personagem Adelaide Amaral na novela Essas Mulheres. Nessa emissora, ela teve melhores oportunidades, com papéis mais significativos nas novelas Bicho do Mato (2006—2007), Amor e Intrigas (2007—2008) e Poder Paralelo (2009). Em 2011, interpretou a personagem Eva Messi na novela Rebelde (Record). Em dezembro de 2013, protagonizou o telefilme O Amor e a Morte, exibido na TV Record no dia 20. Baseada em quatro contos do escritor alemão Thomas Mann, a adaptação ficou nas mãos do roteirista Marcílio Moraes. Sua personagem se chama Maria. Ela compartilha com um diretor de teatro o perfeccionismo e o amor pela arte. Também em 2013, a atriz começou a gravar a comédia A Esperança é Última que Morre, prevista para estrear nos cinemas em 2014.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados