a marvada carne1Carne Marvada

30/08/2019 — O filme “A Marvada Carne” estreou nos cinemas brasileiros no dia catorze de agosto de 1985. Trouxe a Fernanda Torres, então com vinte anos, no papel da protagonista Carula. A personagem mora numa pequena aldeia e reza todos os dias para o Santo Antônio, com o objetivo de arranjar um marido. A oportunidade aparece quando encontra o Nhô Quim, que também só pensa numa coisa: casar. Para “fisgar” o desavisado, a Carula o leva na lábia, dizendo que o pai dela, o Nhô Totó, prometeu um boi para a festa do casamento. O desempenho valeu à Fernanda Torres, o prêmio de melhor atriz no Festival de Gramado. O filme foi o sétimo crédito da carioca como atriz. Antes, em 1983, tinha feito o drama “Inocência”, baseado na obra do Lima Barreto.

filhos da patria1Fernanda
FERNANDA PINHEIRO TORRES nasceu no dia quinze de setembro de 1965, na cidade do Rio de Janeiro. Filha do ator Fernando Torres e da atriz Fernanda Montenegro, desde cedo esteve direcionada para a carreira artística. Mas as coisas demoraram a engrenar por causa do seu envolvimento com drogas desde a adolescência. Estreou na televisão em 1981, num pequeno papel na novela “Baila Comigo”. Em 1983, veio o papel de destaque, na minissérie “Parabéns Pra Você”. A produção, entretanto, não foi muito bem recebida pelo público por causa dos estilos de metalinguagem.

No mesmo ano, estreou no cinema, com a personagem “Inocência”, no drama homônimo. Embora ainda muito nova, foi uma das atrizes que mais trabalharam na década de 1980. O destaque das dezessete participações registradas no período vai para a novela “Selva de Pedra”, exibida em 1986 na TV Globo, na qual fez a protagonista Simone Marques. Participou de 150 capítulos. No cinema, ganhou, em 1986, o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes, pelo desempenho no filme “Eu Sei Que Vou Te Amar”. Na década de 1990, participou de catorze produções. Na televisão, brilhou na série cômica “Comédia da Vida Privada”, entre 1995 e 1997. No cinema, esteve, em 1997, no drama “O Qué É Isso, Companheiro”.

Começou bem a década de 2000, com a personagem Vani, da série cômica “Os Normais”, exibida entre 2001 e 2003. Entre 2011 e 2014 foi a principal atração da série “Tapas & Beijos”. Em 51 episódios, viveu a protagonista Fátima, que tem um relacionamento conturbado com o namorado, o sedutor Armane, vivido pelo Vladimir Bichta. Como funcionária de uma loja de importação, também tem problemas com a gerente — e esposa do dono —, a Flavinha, vivida pela atriz Fernanda Freitas. A série alcançou índices de audiência muito altos, tornando-se um dos maiores sucessos da TV Globo em todos tempos. Em 2017, fixou-se com a personagem Maria Teresa, protagonista da série “Filhos da Pátria”. A atração entrou em 2019 na terceira temporada. Na trama, ambientada na década de 1930, ela é uma mulher obcecada por fazer parte da alta sociedade. Para conseguir o objetivo fará tudo e mais um pouco.


 

Carioquinhas

UP TOGGLE DOWN

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados