Estudiantes 0 x 1 Santos
20180405 estudiantes1

05/04/2018 — Em partida da terceira rodada, o Santos Futebol Clube foi à argentina e venceu o Clube Estudiantes de La Plata por um a zero. O gol santista, considerado irregular, foi marcado pelo atacante Arthur Gomes, aos 18 minutos do primeiro tempo, em visível posição de impedimento. No segundo tempo, depois de perder grandes chances para ampliar, o time da Vila Belmiro sofreu, mas viu o Vanderlei Silva fazer pelo menos quatro ótimas defesas para garantir o resultado. Depois de sofrer um trauma na mão esquerda num treinamento, o goleiro foi para campo e se destacou. Com a vitória, o “peixe” assumiu a liderança do Grupo 6, com seis pontos. Os dois times  voltarão a se enfrentar, dessa vez na Vila Belmiro, no dia 24 de abril, pela quarta rodada, numa boa chance para os santistas encaminharem a classificação.

Para ganhar o jogo, o técnico Jair Ventura escalou: Vanderlei Silva; Daniel Guedes Silva, David Braz Oliveira, Lucas Veríssimo Silva e Rodolfo Dodô Ribeiro; Alison Ferreira, Renato Florêncio e Jean Mota Souza; Eduardo Sasha Antunes, Arthur Gomes Lourenço e Rodrygo Silva Góes. Entraram o curso da partida o Diogo Vítor Cruz, o Gustavo Henrique Vernes e o Leonardo Léo Cittadini. O Gabriel Barbosa não pôde atuar por causa do cartão vermelho recebido na rodada anterior. De acordo com a crítica esportiva, o resultado positivo se deveu muito à atuação do goleiro Vanderlei, que continua na esperança de ser chamado para a seleção brasileira que disputará a Copa do Mundo. Em três jogos disputados, o Santos tem 66,7% de aproveitamento. São duas vitórias e uma derrota. O time marcou quatro gols e sofreu três.

20180405 estudiantes1Artilheiros
2   EDUARDO SASHA Antunes
1   ARTHUR GOMES Lourenço
1   RODRYGO Silva GÓES

Cartão Vermelho
1   GABRIEL Barbosa Almeida

Cartões Amarelos
2   LUCAS VERÍSSIMO Silva
2   VANDERLEI Farias Silva
1   DAVID BRAZ Oliveira
1   Emiliano Gabriel VECCHIO
1   GABRIEL Barbosa Almeida
1   Leonardo LÉO CITTADINI
1   RODRYGO Silva GÓES
1   VÍTOR Frezarin BUENO

20180315 nacionalSantos 3 x 1 Nacional
15/03/2018 — O Pacaembu faz bem ao Santos Futebol Clube. A equipe da Vila Belmiro ganhou — e bem — do Clube Nacional, do Uruguai, por três a um, pela segunda rodada da Taça Libertadores da América. Os gols santistas foram marcados pelos atacantes Eduardo Sasha (2) e Rodrygo Góes. O resultado fica muito mais expressivo se se levar em consideração que o time jogou com um atleta a menos durante todo o segundo tempo. No final do primeiro, o atacante Gabriel Barbosa havia sido expulso. O “peixe” ainda teve um pênalti ao seu favor no segundo tempo, não convertido pelo atacante Athur Gomes. O boletim financeiro indica que 20.982 torcedores pagaram ingresso para ver a partida. A renda bruta somou R$ 791.540,00.

Garcilaso 2 x 0 Santos
01/02/2018 — Ao perder por zero a dois para o Real Garcilaso, o Santos Futebol Clube virou a primeira rodada Taça Libertadores da América na lanterna do Grupo 6. O time peruano, por óbvio, assumiu a liderança. No outro jogo do grupo, houve empate (zero a zero) entre o Clube Nacional, do Uruguai, e o Club Estudiantes de La Plata, da Argentina. No jogo, o peixe, no início, até deu a impressão que iria superar as dificuldades impostas pela altitude. Mas, aos poucos, o time da casa, mesmo inferior tecnicamente, foi tomando conta da partida, fazendo o primeiro gol aos sete minutos, através do atacante Johnny Vidales. Quando tudo caminhava para o fim, o  argentino Alfredo Ramúa fez, aos 44 da etapa final, o segundo gol. Os destaques da equipe brasileira foram o volante Alison Ferreira e o meia-atacante Eduardo Sacha.

libertadores2011Título de 2011
O Santos Futebol Clube ganhou o título da Libertadores em 2011, o terceiro da sua história, numa final feita com o Clube Atlético Peñarol, do Uruguai. Na primeira partida, em Montevidéu, no dia 15 de junho, houve empate em zero a zero. No segundo jogo, no Pacaembu, no dia 22 de junho, o  “peixe” venceu por dois a um, com gols do atacante Neymar Júnior e do lateral Danilo Silva. Para chegar ao título, o time da Vila Belmiro se defrontou, na fase de grupos, com o Cerro Porteño, do Paraguai, o Colo-Colo, do Chile, e o Deportivo Táchira, da Venezuela. Classificou-se no segundo lugar, com 61,1% de aproveitamento, sendo três vitórias e um empate. Nas oitavas de final, despachou o América do México. Sucessivamente, eliminou o Once Caldas, da Colômbia, nas quartas de final, e o Cerro Porteño, na semifinal.


 

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados