20190823Brasileirão 2019

09/12/2019 — Mesmo com um elenco reduzido e regular e mesmo com sérias dificuldades financeiras, o Santos Futebol Clube terminou o Campeonato Brasileiro na segunda colocação, à frente do poderoso Palmeiras. Fez 74 pontos na competição, a mesma pontuação do arquirrival, mas ganhou dele no critério do número de vitórias: 22 a 21. Aliás, a última vitória, na última rodada, foi espetacular. Impôs o elástico placar de quatro a zero no Flamengo, carimbando sem dó nem piedade a faixa de campeão do rubro-negro carioca. Os gols foram marcados pelos atacantes Marinho Costa e Eduardo Sacha e pelo segundo volante Carlos Sánchez (2).

O aproveitamento santista no Brasileirão 2019 marcou 64,9%, decorrentes de 22 vitórias oito empates e oito derrotas. O time começou o certame no dia 28 de abril com uma vitória de dois a um sobre o Grêmio em Porto Alegre. A partir daí, encantou o mundo do futebol com um jogo vistoso e pra frente. Obra do técnico argentino Jorge Sampaoli, que soube tirar dos jogadores o máximo que eles poderiam dar dentro de campo. Os atacantes marcaram 60 gols e a defesa sofreu 33, restando o saldo de 27. O atacante Eduardo Sasha terminou como artilheiro da equipe com catorze gols, com o Carlos Sánchez em segundo lugar, com doze. O ano de 2019 marcou o sexto título de vice-campeão do Santos. Antes, essa posição aconteceu em 1983, 1995, 2003, 2007 e 2016.

Base

GOLEIRO  Éverson Pires
LATERAL 1  Victor Ferraz
LATERAL 2  Jorge Moraes
ZAGUEIRO 1  Lucas Veríssimo
ZAGUEIRO 2  Gustavo Henrique
VOLANTE 1  Alison Ferreira
VOLANTE 2  Carlos Sánchez
MEIA-ARMADOR  Diego Pituca
MEIA-ATACANTE  Marinho Costa
ATACANTE 1  Eduardo Sasha
ATACANTE 2  Yeferson Soteldo
TÉCNICO  Jorge Sampaoli 

Campanha

28/04   2 x 1   Grêmio (fora)
02/05   2 x 1   Fluminense (casa)
05/05   0 x 0   CSA (fora)
12/05   3 x 0   Vasco (casa)
18/05   0 x 4   Palmeiras (fora)
26/05   0 x 0   Internacional (casa)
02/06   1 x 0   Ceará (fora)
09/06   3 x 1   Atlético Mineiro (casa)
12/06   1 x 0   Corinthians (casa)
13/07   1 x 0   Bahia (fora)
21/07   1 x 0   Botafogo (fora)
28/07   3 x 1   Avaí (casa)
04/08   6 x 1   Goiás (casa)
10/08   2 x 3   São Paulo (fora)
18/08   0 x 2   Cruzeiro (fora)
25/08   3 x 3   Fortaleza (casa)
31/08   1 x 0   Chapecoense (fora)
08/09   1 x 1   Athletico Paranaense (casa)
14/09   0 x 1   Flamengo (fora)
21/09   0 x 3   Grêmio (casa)
26/09   1 x 1   Fluminense (fora)
29/09   2 x 0   CSA (casa)
05/10   1 x 0   Vasco da Gama (fora)
09/10   2 x 0   Palmeiras (casa)
13/10   0 x 0   Internacional (fora)
17/10   2 x 1   Ceará (casa)
20/10   0 x 2   Atlético Mineiro (fora)
26/10   0 X 0   Corinthians (fora)
31/10   1 x 0   Bahia (casa)
03/11   4 x 1   Botafogo (casa)
06/11   2 x 2   Avaí (fora)
09/11   3 x 0   Goiás (fora)
16/11   1 x 1   São Paulo (casa)
23/11   4 x 1   Cruzeiro (casa)
28/11   1 x 2   Fortaleza (fora)
01/12   1 x 0   Chapecoense (casa)
04/12   0 x 1   Athletico Paranaense (fora)
08/12   4 x 0   Flamengo (casa)


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados