banner-topo

A inflação oficial subiu em julho, mas está na zona de controle do Banco Central

ipca 201707_infoIPCA + IBGE

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo do mês de julho ficou em 0,24%, após variação de - 0,23% em junho. Com isso, o acumulado no ano foi de 1,43%, bem menos do que os 4,96% registrados em igual período do ano passado. Em relação aos últimos doze meses, o índice foi para 2,71%, menor índice acumulado em 12 meses desde fevereiro de 1999 (2,24%). Em julho de 2016, o índice havia registrado variação de 0,52%. Clique na imagem para ampliar.

Em julho de 2017, mesmo com o grupo “alimentação e bebidas” apresentando queda pelo terceiro mês consecutivo (-0,47%), os grupos “habitação” (1,64%) e “transportes” (0,34%) pressionaram para cima o resultado do mês, segundo os dados divulgados pelo IBGE. Os alimentos e as bebidas respondem por 25% das despesas das famílias. O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980. O índice é feito com base nas famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande e Brasília. Para cálculo do índice do mês de julho, foram comparados os preços coletados no período de 29 de junho a 31 de julho de 2017 (referência) com os preços vigentes no período de 1.º a 28 de junho de 2017 (base).

Variação Percentual Dos Grupos
ALIMENTAÇÃO E BEBIDAS
: de - 0,50% em junho para - 0,47% em julho
GASTOS COM HABITAÇÃO
: de - 0,77% em junho para 1,64% em julho
ARTIGOS DE RESIDÊNCIA
: de - 0,07% em julho para - 0,23% em julho
ARTIGOS DE VESTUÁRIO
: de 0,21% em junho para - 0,42% em julho
GASTOS COM TRANSPORTES
: de - 0,52% em junho para 0,34% em julho
SAÚDE E CUIDADOS PESSOAIS
: de 0,46% em junho para 0,37% em julho
DESPESAS PESSOAIS
: de 0,33% em junho para 0,36% em julho
GASTOS COM EDUCAÇÃO
: de 0,08% em junho para - 0,02% em julho
GASTOS COM COMUNICAÇÃO
: de 0,09% em junho para - 0,02% em julho



© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados