Imprimir
Categoria: Setores Econômicos
Acessos: 5658

Emprego Brasil

25/07/2019 — O Brasil registrou a abertura de 48.436 vagas de trabalho com carteira assinada em junho, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados da Secretaria Especial do Trabalho. O resultado é o melhor para o mês desde 2013, quando foram abertas 123.836 vagas. O saldo positivo de junho é resultado de 1.248.106 admissões e 1.199.670 desligamentos registrados no Caged. Em 2019, foram criados 408.500 vagas (+1,06,%), elevando para 38.819 milhões o estoque de empregos formais no país.

No acumulado de doze meses, o saldo positivo chega a 524.931 novos postos de trabalho, crescimento de 1,37%. O desempenho foi influenciado positivamente principalmente pelos setores de serviços, agropecuária e construção civil, que, juntos, criaram 58.858 vagas. Mas o resultado geral foi comprometido pelo setor da indústria da transformação, com o fechamento de 10.988 vagas em junho. Dos vinte e sete estados, dezenove fecharam o mês seis com saldo positivo, com destaque para São Paulo. Entre os oito estados negativos, o pior desempenho ficou com o Rio Grande do Sul. Clique AQUI para conferir os setores.

Serviços
25/07/2019 — No mês de junho, o setor de serviços liderou a criação de empregos com carteira assinada no Brasil. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados da Secretaria Especial do Trabalho, o setor apresentou saldo positivo de 23.020 novas vagas. Foram 531.137 admissões e 508.117 demissões registradas no Caged no mês passado. O desempenho foi muito prejudicado pelo subsetor do “ensino”, que, sozinho, fechou 7.497 vagas. Todos os outros subsetores apresentaram saldo positivo, com destaque para o “comércio e administração de imóveis”, com mais 14.766 vagas. Seguiram-se: “serviços de saúde(+7.889),  “hotelaria e alimentação(+4.927), “serviços financeiros(+1.240) e “transportes e comunicações(+1.701).

Estados Positivos
SÃO PAULO  +18.262 vagas
MINAS GERAIS  +11.603 vagas
MATO GROSSO  +7.367 vagas
BAHIA  +2.362 vagas
RIO DE JANEIRO  +2.341 vagas
RIO GRANDE DO NORTE  +1.237 vagas
GOIÁS  +2.077 vagas
PIAUÍ  +1.308 vagas
PARÁ  +1.137 vagas
MARANHÃO  +2.001 vagas
AMAZONAS  +1.683 vagas
RONDÔNIA  +953 vagas
SANTA CATARINA  +940 vagas
MATO GROSSO DO SUL  +898 vagas
DISTRITO FEDERAL  +610 vagas
SERGIPE  +265 vagas
RORAIMA  +194 vagas
PARANÁ  +158 vagas
ACRE  + 70 vagas

Estados Negativos
TOCANTINS  -47 vagas
CEARÁ  -122 vagas
AMAPÁ  -165 vagas
PERNAMBUCO  -253 vagas
PARAÍBA  -795 vagas
ALAGOAS  -861 vagas
ESPÍRITO SANTO  -1.152 vagas
RIO GRANDE DO SUL  -3.812 vagas