Construção    Metro Quadrado
preco metro quadrado mar18

16/04/2018 — O Índice Nacional da Construção Civil, calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,14% em março, ficando 0,16% abaixo dos 0,30% do mês anterior. Esta foi a menor taxa para o mês de março desde o início do Plano Real. O acumulado nos últimos doze meses foi de 3,49%, abaixo dos 3,82% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em março de 2017, o índice havia sido de 0,46%. O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em fevereiro fechou em R$ 1.072,87, em março subiu para R$ 1.074,41, sendo R$ 553,35 relativos aos materiais e R$ 521,06 à mão de obra. A parcela dos materiais registrou variação de 0,49% e o da mão-de-obra, -0,22%. O primeiro trimestre do ano fechou com 1,54% (materiais) e -0,12% (mão de obra). No período de doze meses ficaram em 3,59% e 3,45%, respectivamente.

A construção civil sempre um forte segmento de criação de empregos. Em março de 2018, segundo os dados oficiais do Ministério do Trabalho, o setor criou 7.728 novos postos de trabalho, representando 13,8% do total de vagas no país. O saldo positivo é resultante das 113.353 admissões e das 105.625 demissões registradas no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Segundo o Caged, o Brasil virou 2017 com 2.010.217 trabalhadores empregados no setor, absorvidos pelos 376.465 estabelecimentos formalmente registrados. No total geral, no primeiro trimestre, o Brasil criou 195.161 novas de emprego. A construção civil contribuiu com 19.108, representando 9,8% do total. Das vagas de emprego criadas pelo setor no trimestre, o Estado de São Paulo contribuiu com 36,2% (6.911 novos postos). O Rio de Janeiro, depois da febre verificada em 2014, por ocasião da Copa do Mundo, entrou em refluxo. Entre janeiro e março de 2018, capital carioca fechou 4.684 vagas na construção civil.

Desempenho de Fevereiro
11/03/2018 — O Índice Nacional da Construção Civil, calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,30% em fevereiro, ficando 0,03% acima da taxa de janeiro. O acumulado nos últimos doze meses ficou em 3,82%, resultado acima dos 3,71% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2017, o índice foi 0,19%. O custo nacional da construção, por metro quadrado, que, em janeiro, estava em R$ 1.069,61, passou em fevereiro para R$ 1.072,87, sendo R$ 550,66 relativos aos materiais e R$ 522,21 à mão de obra. A parcela dos materiais apresentou variação de 0,54%, subindo 0,04% em relação a janeiro e 0,17% frente a fevereiro de 2017. O valor da mão de obra, por sua vez, apresentou variação de 0,06%, mostrando estabilidade tanto em relação ao mês anterior (0,04%) quanto a fevereiro de 2017 (0,00%). Os acumulados no ano foram de 1,04% no custo de materiais e de 0,10% no de mão de obra.


 

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados