Construção Civil
figura1

09/02/2020 — O Índice Nacional da Construção Civil teve variação de 0,30% em janeiro de 2020. Ficou 0,08% acima da taxa de dezembro de 2019 (0,22%) e 0,12% abaixo da taxa de janeiro de 2019 (0,42%). Nos últimos doze meses, houve aumento de 3,91%, resultado pouco abaixo dos 4,03% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. O custo nacional da construção, por metro quadrado, que fechou 2019 em R$ 1.158,81, passou, em janeiro, para R$ 1.162,24, sendo R$ 609,39 relativos aos materiais e R$ 552,85 à mão de obra. Os dados são da pesquisa mensal do IBGE.

A parcela dos materiais apresentou variação de 0,62%. Registrou alta de 0,75% em relação a dezembro de 2019 (-0,13%) e de 0,43% em relação ao mesmo mês de 2019 (0,19%). Já o valor da mão de obra apresentou variação de -0,06%. Caiu 0,65% em relação ao último mês do ano passado (0,59%). Comparando com janeiro do ano anterior (0,68%), houve queda mais significativa, de 0,74%. A explicação é que em janeiro de 2019 foram firmados três acordos coletivos. Este ano não houve acordos coletivos registrados. O resultado acumulado em doze meses marca alta de 4,99% nos materiais. A parcela dos gastos com mão de obra atingiu 2,71%. Especificamente no Estado de São Paulo, o custo do metro quadrado fechou janeiro em R$ 1.247,70.

Em 2019
16/01/2020 — O Índice Nacional da Construção Civil, divulgado pelo IBGE, fechou 2019 com alta de 4,03%, ficando 0,38% abaixo da taxa de 2018, de 4,41%. Esse indicador mede o custo nacional para o setor habitacional por metro quadrado. Esse metro quadrado passou para R$ 1.158,81, sendo R$ 605,54 relativos aos materiais e R$ 553,17 à mão de obra. No mês, em relação a novembro, a variação foi de 0,22%, a mesma registrada em dezembro de 2018. Os materiais tiveram queda de preço (-0,13%) em relação ao mês anterior. Mas, no acumulado do ano de 2019, registraram alta, de 4,54%. Já o valor da mão de obra teve alta em dezembro, de 0,59%. Esse resultado, segundo o IBGE, sofreu a influência de acordos coletivos de trabalho em várias regiões do país.

Mês a Mês

1.118,60 EM JANEIRO
1.120,99 EM FEVEREIRO
1.126,82 EM MARÇO
1.130,67 EM ABRIL
1.131,89 EM MAIO
1.135,88 EM JUNHO
1.143,65 EM JULHO
1.148,65 EM AGOSTO
1.152,87 EM SETEMBRO
1.155,01 EM OUTUBRO
1.156,31 EM NOVEMBRO
1.158,81 EM DEZEMBRO


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados