Exportação Saldo 2018
2018 balanco saldo

05/01/2019 — O saldo da balança comercial brasileira em 2018 foi de US$ 58,3 bilhões. De acordo, com o Ministério da Economia, esse é o “segundo melhor desempenho registrado desde 1989”. O saldo contabiliza a diferença entre as exportações (US$ 239,5 bilhões) e as importações (US$ 181,2 bilhões). As exportações de produtos básicos subiram 17,2% e totalizaram US$ 118,9 bilhões. Os produtos manufaturados tiveram crescimento de 7,4%, somando US$ 86,6 bilhões. As exportações dos produtos semimanufaturados tiveram contabilizaram US$ 30,6 bilhões, queda de 3,1% na comparação anual. As importações também cresceram em preço e quantidade. Os preços dos artigos importados tiveram aumento de 5,7% e o volume cresceu 13,5%. Combustíveis, insumos e bens de capital foram os principais itens importados.

De acordo com os números oficiais, o Estado de São Paulo foi o maior exportador brasileiro em 2018, com US$ 52,3 bilhões, representando 21,8% do total. Em segundo lugar aparece o Estado do Rio de Janeiro, com US$ 24,0 bilhões, representando 10,0%. O Estado do Rio Grande do Sul ficou com o terceiro lugar, com US$ 14,9 bilhões, representando 6,22%. Entre os produtos, a soja liderou as exportações brasileiras, com vendas de US$ 40,3 bilhões, representando 16,8% do total. Em segundo lugar vem o petróleo bruto, com US$ 23,9 bilhões, representando 10,0%. O minério de ferro vendeu para o exterior o equivalente a US$ 20,2 bilhões, representando 8,43% e o terceiro lugar no ranking. Em 2018, o maior parceiro comercial do Brasil foi a China, com compras de US$ 64,2 bilhões, representando 26,8% do total. Os Estados Unidos ficaram com o segundo lugar, com US$ 28,8 bilhões (12,0%). No terceiro posto aparece a Argentina, com US$ 14,9 bilhões (6,22%).


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados