IGPM

27/02/2020 — O Índice Geral de Preços — Mercado, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, variou -0,04% em fevereiro de 2020, percentual inferior ao apurado em janeiro, quando a taxa marcou 0,48%. Com esse resultado, o índice acumula alta de 0,44% no ano e de 6,82% em doze meses. Em fevereiro de 2019, o índice havia sido de 0,88% e acumulava alta de 7,60% em doze meses. O IGP-M é tradicionalmente usado para a atualização de diversos contratos, com especial destaque para os contratos de aluguel. O índice é composto por outros índices: Índice de Preços ao Consumidor Amplo, Índice de Preços ao Consumidor e o Índice Nacional da Construção Civil.

O IPA envolve pesquisas nas áreas de Bens Finais, como os alimentos processados, os Bens Intermediários, como combustíveis e lubrificantes para produção, e as Matérias-Primas Brutas, como produtos agropecuários e hortaliças. O IPA, no geral, apresentou queda de 0,19% em fevereiro, após alta de 0,50% em janeiro. O IPC, por sua vez, analisa oito classes de despesas, entre as quais as de alimentação, transportes, comunicação, habitação, etc. No geral, esse índice variou 0,21% em fevereiro, após alta de 0,52% em janeiro. Seis das oito classes pesquisadas registraram recuo em suas taxas de variação. A principal contribuição partiu do grupo “alimentação” (1,22% para 0,28%). Nesta classe de despesa, vale citar o comportamento do item carnes bovinas, cuja taxa passou de 1,95% para -4,59%.

Também apresentaram decréscimo em nas taxas de variação os grupos “transportes” (0,82% para 0,09%), “comunicação” (0,16% para 0,05%), “habitação(-0,05% para -0,10%) e “saúde e cuidados pessoais” (0,38% para 0,36%). Nessas classes de despesa, vale mencionar os seguintes itens: gasolina (2,16% para -0,88%) e serviços bancários (0,26% para 0,08%). Em contrapartida, os grupos “educação, leitura e recreação” (0,66% para 1,04%) e “vestuário(-0,04% para 0,06%) apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. Finalmente, INCC subiu 0,35% em fevereiro. Em janeiro foi 0,26%. Os três grupos componentes do índice da construção registraram as seguintes variações na passagem de janeiro para fevereiro: “materiais e equipamentos” (0,47% para 0,65%), “serviços” (0,37% para 0,96%) e “mão de obra” (0,09% para 0,04%).

IGP-M
Janeiro   0,48%
Fevereiro   -0,04%
Acumulado   0,44%
Doze meses   6,82 

 


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados