IPCA-15

25/06/2020 — O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 variou 0,02% em junho, após ter registrado -0,59% em maio. Este é o menor resultado para um mês de junho desde 2006, quando a taxa ficou em -0,15%. O IPCA-E, a taxa acumulada no trimestre, marcou -0,58%, abaixo da taxa de 1,13% registrada no mesmo período de 2019, o menor resultado desse indicador desde setembro de 1998, quando carimbou -0,92%. No ano, o IPCA-15 acumula alta de 0,37% e, em doze meses, de 1,92%, abaixo dos 1,96% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em junho de 2019, a taxa registrou 0,06%. Nos primeiros quinze dias de junho, o grupo “alimentação e bebidas” apresentou inflação de 0,47%. Nesse grupo, a batata foi a que mais subiu: 16,8%. Em seguida vieram a cebola, com alta de 14,1%, e o feijão carioca, com 9,4%. Os dados são do IBGE.

Grupos
Artigos de residência  + 1,36%
Comunicação  + 0,66%
Alimentação e bebidas  + 0,47%
Saúde  - 0,01%
Educação  - 0,03%
Habitação  - 0,07%
Vestuário  - 0,15%
Transportes  - 0,71%

Inflação em maio
11/06/2020 — O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de maio registrou -0,38%. Essa é a menor variação mensal desde agosto de 1998 (-0,51%). Em abril, a taxa carimbou -0,31%. No ano, o IPCA acumula queda de 0,16%. Nos últimos doze meses, marca alta de 1,88%, abaixo dos 2,40% observados nos doze meses imediatamente anteriores. Em maio de 2019, segundo o IBGE, a taxa havia ficado em 0,13%. Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, cinco tiveram inflação negativa em maio. O maior impacto veio do grupo “transportes”, cuja queda de -1,90% foi menos intensa que a de abril (-2,66%). Outros destaques foram os grupos “vestuário” e “habitação”, com recuos de -0,58% e -0,25% respectivamente. No lado das altas, o grupo “alimentação e bebidas” subiu 0,24%. Nesse grupo, os vilãos foram a cebola (+30,1%) e a batata (+16,4%).

Doze meses

+ 1,88%

Acumulado 2020

- 0,16%

Mês a mês

+ 0,21%  Janeiro
+ 0,25%  Fevereiro
+ 0,07% 
Março
- 0,31% 
Abril
- 0,38%  Maio


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados