Calçados

fabrica tenis1

11/03/2021 — O indústrias calçadistas brasileiras venderam para o exterior em fevereiro de 2021 o total de 9,971 milhões de pares. Esse movimento gerou US$ 61,5 milhões, segundo os dados oficiais da Câmara de Comércio Exterior. Em relação a janeiro, houve aumento de 2,47% em numero de pares e de 1,06% em faturamento. Em janeiro, a venda de 9.731 milhões de pares gerou US$ 60,9 milhões. Na comparação com fevereiro de 2020, porém, houve quedas significativas de -5,9% e -18,1%, respectivamente. No mês dois do ano passado, exportaram-se 10,6 milhões de pares, com movimento financeiro de US$ 75,2 milhões. No acumulado do primeiro bimestre, as vendas marcam 19,7 milhões de pares e faturamento de US$ 122,5 milhões.

Esse desempenho representa queda de -14,7% em pares e de -26,4% em relação ao primeiro bimestre de 2020. Os maiores compradores dos calçados brasileiros continuam sendo os Estados Unidos. Em janeiro e fevereiro, os americanos adquiriram 2,075 milhões de pares por US$ 26,3 milhões. No segundo lugar aparece a França, com compras de 1,362 milhão de pares por US$ 11,1 milhões. A Argentina, o terceiro maior parceiro do Brasil no segmento calçadista, comprou nos dois primeiros meses do ano 1,197 milhão de pares por US$ 10,2 milhões. Por estados, o Rio Grande do Sul lidera em faturamento com US$ 51,7 milhões. O líder em pares é o Ceará com 8,055 milhões. São Paulo está no terceiro lugar nas duas bases, com vendas de 1,151 milhão de pares e faturamento de US$ 12,4 milhões.

Numeros absolutos
no bimestre 2021

9.731.210 pares   janeiro
9.971.548 pares   fevereiro
60.938.552 dólares  janeiro
61.583.417 dólares  fevereiro


 

 

 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados