calcados1Varejo

16/06/2020 — As vendas no comércio varejista caíram 16,8% em abril, na comparação com o mês anterior, refletindo os efeitos do isolamento social para controle da pandemia da Covid-19. Esse é o pior resultado desde o início da série histórica, em janeiro de 2000, e a segunda queda consecutiva, acumulando perdas de 18,6% no período. Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio, divulgada pelo IBGE. O recuo nas vendas no varejo atingiu, pela terceira vez desde o início da série, todas as oito atividades pesquisadas.

A maior queda verificou-se no grupo “tecidos, vestuário e calçados” (-60,6%), seguido do grupo “livros, jornais, revistas e papelaria” (-43,4%) e do grupo “outros artigos de uso pessoal e doméstico” (-29,5%). É a primeira vez que a pesquisa traz os resultados de um mês inteiro de isolamento social. O grupo “hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo” (-11,8%) e o grupo “artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos” (-17%), setores com atividades consideradas essenciais na pandemia e que tiveram avanço no mês passado, também caíram em abril.

Acumulado 2020

- 3,0%

Acumulado 12 meses

+ 0,7%


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados