Varejo
comercio varejista1

16/02/2019 — Em dezembro de 2018, o comércio varejista nacional registrou queda de 2,2% frente a novembro, descontando grande parte do avanço de 3,1% registrado no mês anterior. Com isso, a média móvel trimestral ficou estável (0,0%). Os dados, da pesquisa mensal realizada pelo IBGE, foram publicados agora. No comparativo com dezembro de 2017, o volume das vendas do comércio varejista cresceu 0,6%. O acumulado de 2018 marcou 2,3%. O comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, caiu 1,7% em relação a novembro e crescimento de 1,8% em relação a dezembro de 2018. O desempenho negativo foi impactado por cinco das oito atividades pesquisadas, com destaque para o setor de móveis e eletrodomésticos, com queda de 5,1%. O setor de tecido, vestuário e calçados caiu 3,7%, segundo o IBGE.]

Supermercados
05/02/2019 — O setor de varejo alimentar (supermercados e hipermercados) cresceu 2,07%, descontada a inflação, em 2018, em relação ao ano anterior, segundo a Associação Brasileira de SupermercadosA taxa inicial prevista era maior, com estimativa de elevação de três por cento. Em julho, a projeção foi revisada para 2,53%. Mesmo assim, o desempenho ficou aquém da segunda previsão. A Abras estima elevação real de três por cento nas vendas de 2019. Especialmente no mês de dezembro, segundo a entidade, as vendas reais dos supermercados cresceram 3,93%, no comparativo com o mesmo mês de 2017. Em relação a novembro, a expansão foi de 21,13% por causa dos efeitos do período natalino.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados