Indústria
maquinas1

01/08/2019 — O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística publicou a pesquisa mensal, relativa a junho de 2019, sobre a produção da indústria brasileira. Os dados, na comparação com maio, indicam que houve uma variação negativa de -06%. Esse é o segundo resultado negativo consecutivo. No confronto com junho de 2018, a indústria recuou 5,9%, após registrar expansão de 7,4% em maio. No acumulado do primeiro semestre de 2019, a produção industrial ficou 1,6% menor. Os dados do IBGE informam que a principal influência negativa este ano está vindo da produção de máquinas e equipamentos, com redução de 8,7% na produção. A produção de couro e calçados teve queda de 6,8%.

químicaEmprego
03/08/2019 — A indústria é um dos setores mais importantes para a criação de empregos com carteira assinada. No mês de junho, seguindo a tendência da queda na produção, o setor fechou, no Brasil, 10.988 postos de trabalho. O saldo é resultado das 188.616 admissões no confronto com as 199.604 demissões registradas no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados da Secretaria Nacional do Trabalho. O sub-setor que mais contratou em maio foi a indústria química e farmacêutica, com 1.843 novas vagas. Pelo lado negativo, destaque para a indústria de calçados, com o fechamento de 3.850 vagas. No acumulado do ano, a indústria registra saldo positivo de 374.433 vagas, alta de 8,83% em relação ao primeiros cinco meses de 2018, saldo de 344.057 vagas.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados