Imprimir
Categoria: Exportações Brasil
Acessos: 1156

Exportações
ferro1

07/10/2020 — A balança comercial registrou superávit recorde em setembro. No mês passado, o país exportou US$ 6,164 bilhões a mais do que importou, o melhor resultado para o mês desde o início da série histórica, iniciada em 1989. Tanto as exportações como as importações caíram no mês passado. No mês nove, o país vendeu US$ 18,5 bilhões para o exterior, com recuo de -9,1% pelo critério da média diária em relação ao mesmo mês do ano passado. As importações, no entanto, caíram mais, somando US$ 12,3 bilhões, redução de -25,5% também pela média diária. Com o resultado, a balança comercial acumula superávit de US$ 42,4 bilhões nos nove meses de 2020. Esse é o segundo melhor resultado da série histórica para o período, perdendo para janeiro a setembro de 2017 (superávit de US$ 53,258 bilhões). O minério de ferro continua na liderança das exportações. Os calçados ocupam o vigésimo quinto lugar no ranking com US$ 60,5 milhões exportados em 2020.

Principais produtos
2020 em dólares

Minério de ferro     3.093.845.781
Soja     1.638.373.682
Petróleo     1.463.687.072
Milho     1.087.650.153
Açúcar     1.012.525.446
Farelo de soja     584.049.620
Carne bovina     583.138.634
Celulose     467.520.911
Café não torrado     434.748.817
Carne de frango     434.258.257
       

Em agosto
06/09/2020 — Em agosto, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 6,6 bilhões. Isso significa dizer que, no período, o país exportou mais do que importou. As exportações, no mês passado, somaram US$ 17,7 bilhões  e as importações, US$ 11,1 bilhões. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior do Governo Federal. O saldo de agosto é o melhor para meses de agosto da série histórica. O maior anterior havia sido em agosto de 2017, de US$ 5,6 bilhões. Mesmo com o superávit, o valor das exportações em agosto teve queda de 5,5% e as importações registraram um recuo de 25,1% na comparação com o mesmo período.

De janeiro a agosto, a balança comercial registrou superávit de US$ 36,6 bilhões, 14,4% maior do que o saldo de 2019, de US$ 32,2 bilhões. Nos primeiros oito meses de 2020, o Brasil exportou US$ 138,6 bilhões e importou US$ 102 bilhões. Em agosto, comparando com igual mês do ano anterior, o setor que mais se destacou nas exportações, pela média diária, foi a agropecuária. O setor registrou crescimento de 14,6%, equivalentes a US$ 24,13 milhões. Em termos de produtos, individualmente, o maior volume exportado em agosto aconteceu com o minério de ferro, com US$ 2,367 bilhões, queda de 6,12% em relação a agosto de 2019 (US$ 2,209 bilhões). Os calçados venderam US$ 68,3 milhões, queda de 24% em relação a agosto do ano passado (US$ 90,1 milhões).