latinha 220mls1Novas Latinhas

08/02/2017 — A Coca-Cola está lançando no Brasil novas latas de 220 mililitros. As latinhas sleek são produzidas pela Crown Embalagens em Cabreúva (SP). O novo formato estará disponível para as linhas Coca Zero, Coca Life, Coca-Cola, Fanta, Fanta Uva, Sprite e Guaraná Kuat. A gigante dos refrigerantes já tem as latas de 355 mililitros e de 250 mililitros. De acordo com comunicado da Coca, “o formato inovador de 220 mililitros satisfaz as preferências dos consumidores modernos, além de acrescentar variedade à linha de produtos”. Com muita expansão no Brasil, o grupo mexicano Femsa — dono da marca — anunciou a construção de uma fábrica em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Em 2016, a empresa mexicana reportou um lucro líquido de US$ 110,4 milhões no terceiro trimestre.

20161117 garrafa-cameraGarrafa-Câmera
18/11/2016 — A Coca-Cola lançou uma garrafa que trará com ela uma câmera para que os consumidores façam ‘selfies’ enquanto bebem o refrigerante. A novidade foi apresentada pela Coca-Cola Israel num evento de publicidade da unidade da empresa em Israel. O plano da fabricante é utilizar a ‘garrafa-câmera’ para ampliar a sua presença nas redes sociais. Depois de feitas, as fotos poderão ser compartilhadas nas redes sociais Snapchat, Facebook e Instagram. A câmera vai disparar automaticamente: isso ocorrerá quando a garrafa estiver numa inclinação de setenta graus, a inclinação com a qual a maioria das pessoas bebe o refrigerante. Ao Brasil, não há expectativa da chegada da novidade.

vanilla-cherryBaunilha & Cereja
29/06/2016 — A Coca-Cola anunciou o início da produção e da venca de refrigerantes nos sabores “Vanilla” (baunilha) e “Cherry” (cereja) no Brasil. Os sabores já são vendidos em outros países. Por aqui, ficarão restritos a quatro estados: São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná. Os produtos serão vendidos em latas de 310 mililitros, com preço sugerido de R$ 4,65. A produção, porém, deverá ser limitada. Será o bastante para conferir a aceitação ou não do mercado. Essa não é a primeira tentativa de introdução do sabor cereja no Brasil. Nos anos de 1990, a companhia norte-americana chegou a produzir e a vender o sabor cereja, mas a iniciativa não foi à frente. Quanto ao sabor baunilha — um aromatizante derivado de uma espécie de orquídea originária do México —  é a primeira tentativa.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados