cachaca-reserva1Cachaça, a bebida brasileira

A Reserva do Nosco, fabricada na pequena cidade de Engenheiro Passos, no Rio de Janeiro, ganhou o título de “a melhor cachaça do Brasil”. Ela foi escolhida por um júri de especialistas reunido pela revista VIP, de cuja opinião saiu o ranking dessa bebida “genuinamente nacional”. A bebida fluminense tem teor alcoólico de 44% e preço médio de R$ 55,00 a garrafa. Cada voto dos jurados levou em consideração a aparência (lágrimas e turbidez), o cheiro (álcool e acidez) e o sabor (acidez, teor alcoólico e doçura). Veja, abaixo, as dez primeiras do ranking.

01 — Reserva do Nosso (Engenheiro Passos-RJ)
02 — Século XVIII (Coronel Xavier Chaves-MG)
03 — Paratiana (Paraty-RJ)
04 — Maria Izabel (Paraty-RJ)
05 — Encantos da Marquesa (Indaiabira-MG)
06 — Santo Mário (Catanduva-SP)
07 — Serra Limpa (Duas Estradas-PB)
08 — Engenho Pequeno (Pirassununga-SP)
09 — Werneck (Rio das Flores-RJ)
10 — Weber Haus (Ivoti-RS)

marcelo-nordskog1A história da camp
O ano era 2007. O cenário, Fazenda Valparaiso, em Engenheiro Passos, no Rio de Janeiro. O que sairia de barris de carvalho cuidadosamente importados de países europeus produtores de uísques marcaria para sempre a vida de Marcelo Nordskog. Ele havia trocado a ebulição do mercado financeiro pela condensação do alambique. Deu certo. O empresário estava diante da Reserva do Nosco. Era o fruto final da primeira safra de cana da fazenda reativada. O ex-agente de mercado financeiro havia concluído o curso de mestre alambiqueiro e tinha o apoio de um amigo que ficou na fazenda desde o plantio da cana até o engarrafamento da primeira safra.

Além de produzir a Reserva do Nosco, ele resgatou a própria história. Representante da terceira geração de uma família tradicional da Noruega, conhecia bem a saga da Valparaiso. Um lugar que, por estar em região de difícil topografia, perdeu a importância comercial com o fim da escravidão. Não era fácil achar quem quisesse trabalhar em região tão difícil de transitar. Apenas cinco anos depois de extrair a primeira remessa, ele levou a medalha de ouro em concurso realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. Faturou ainda a medalha de prata na categoria envelhecida. E, de quebra, foi a bebida utilizada em coquetéis servidos para os participantes da conferência ambiental Rio +20. Em setembro do mesmo ano, levou a medalha de prata na categoria envelhecida e a medalha de bronze na branca, na Expocachaça Dose Dupla, evento realizado no Mercado Municipal de São Paulo.


 

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados