frederico trajano 20171209Magazine Luíza

0803/2019 — O Magazine Luiza encerrou o quarto trimestre de 2018 com um lucro líquido de R$ 189,6 milhões. No acumulado dos últimos doze meses, a empresa acumulou um lucro líquido de R$ 597,4 milhões. No dia 31 dezembro 2018, a companhia possuía um ativo total de R$ 8,8 bilhões e um patrimônio líquido de R$ 2,3 bilhões. O balanço, como determina a lei das sociedades anônimas, foi publicado no portal da Bolsa de Valores de São Paulo. Na comparação com o resultado de 2017, de R$ 389,0 milhões, o crescimento do lucro líquido da varejista marcou 53,6%. O resultado financeiro da varejista teve como âncora o crescimento no comércio eletrônico e a diminuição das despesas. A receita líquida da companhia no ano passado atingiu R$ 15,6 bilhões.

Vagas
19/02/2019 — A varejista Magazine Luíza anunciou a abertura de 1.267 vagas de emprego em suas unidades em todo o país. As vagas são para lojas, áreas corporativas, áreas de informática, logística, atendimento e estágio. Segundo publicado no portal da empresa na internet, os salários, em alguns casos, ultrapassam os R$ 6 mil mensais. Os interessados podem se inscrever através da internet, no site 99Jobs. Depois de fechadas as inscrições, serão feitos processos seletivos para as áreas com vagas. A primeira etapa da prova consistirá em perguntas básicas do dia-a-dia. O objetivo é saber como o candidato agiria em situações pré-estabelecidas. O Magazine Luíza tem mais de 950 lojas físicas em quase todos os estados. Mas, ultimamente, tem investido pesado na área do comércio digital.

Juros & Capital
08/01/2019 — A varejista Magazine Luiza publicou nota em que informa o pagamento de juros sobre o capital próprio no montante bruto de R$ 122 milhões. De acordo com o comunicado, considerando as 188.964.191 ações em circulação, o pagamento correspondente será de R$ 0,59 por ação. A maior acionista do grupo é a própria holding, a Ltd. Administração & Participações, com 57,5% das ações. Deverá embolsar R$ 64,1 milhões. A Wagner Garcia Participações detém 3,45% das ações, com direito a receber R$ 3,846 milhões. Individualmente, a presidente do grupo Luiza Helena Trajano conta com 1,33% das ações. Com essa distribuição de juros, ficará R$ 1,483 milhão mais rica. Os dados são da Bolsa de Valores de São Paulo.

Cartõescartao de credito1
21/12/2018 — O Procon de Minas Gerais instaurou processos administrativos contra o Magazine Luiza, a Lojas Marisa e o Extra Hipermercado. Essas varejistas estariam, supostamente, fazendo cobranças indevidas de seguros e outros produtos nos seus cartões de crédito. Essas cobranças indevidas, segundo a promotoria do consumidor de Belo Horizonte, estariam sendo incluídas nas faturas dos cartões todos os meses, sem a anuência prévia dos consumidores. A prática, considerada abusiva, teria o suporte do Itaucard. Muitos dos consumidores lesados tentaram resolver a questão junto às próprias empresas, mas elas teriam repassado o problema para o banco. Agora, se o Procon mineiro confirmar a prática, as companhias se sujeitarão a multas estabelecidas pelo Código de Defesa do Consumidor.

Startup
16/11/2018 — A varejista Magazine Luiza anunciou a compra da startup mineira Softbox, especializada em soluções para empresas de varejo e indústria de bens de consumo que desejam fazer vendas digitais para o consumidor final. Com a aquisição, o grupo francano ampliou o movimento para se tornar uma plataforma digital presente desde a venda online até a entrega ao cliente final. O valor do negócio não foi informado. A Softbox tem 256 funcionários e atende em torno de oitenta clientes, como a Unilever, a Coca-Cola e a Basf. A startup mineira é a terceira adquirida pelo Magazine Luiza em cerca de um ano. Além dela, a varejista comprou a Integra, especializada na integração de operações de comércio eletrônico e marketplaces, e a Logbee, de tecnologia logística.


 

 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados