Petrobras

31/07/2020 — A Petrobras reportou prejuízo líquido de R$ 2,7 bilhões no segundo trimestre de 2020. No mesmo período do ano passado, a companhia obteve lucro de R$ 18,87 bilhões, o melhor resultado histórico trimestral. No relatório, a petroleira apontou que, numa conjuntura de preços e demanda mais baixos devido à pandemia da Covid-19, houve uma melhora em relação ao prejuízo de R$ 48,5 bilhões no primeiro trimestre. O prejuízo do segundo trimestre ficou mais baixo em decorrência de decisões judiciais favoráveis relativas à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Confins. Já o fluxo de caixa livre atingiu R$ 15,8 bilhões. Nesse quesito, houve um crescimento de 27,4% em relação ao segundo trimestre de 2019 (R$ 12,4 bilhões).

1.º trimestre
18/05/2020 — A Petrobras reportou R$ 48,5 bilhões de prejuízo líquido atribuído aos acionistas no primeiro trimestre de 2020. No ano passado, no mesmo período, o resultado financeiro positivo ficou em R$ 4,031 bilhões. No quarto trimestre de 2019, a companhia teve lucro líquido de R$ 8,153 bilhões. Com relação ao Ebitda — lucro obtido antes de juros, impostos, depreciação do patrimônio e amortização de dívidas — o ajustado da petroleira marcou R$ 37,5 bilhões. No ano passado, no mesmo período analisado, foram R$ 27,4 bilhões, demonstrando, assim, alta de 36,4%. A receita líquida da empresa somou R$ 75,5 bilhões entre janeiro e março de 2020, representando alta de 6,5% em relação ao mesmo período do ano passado. A Petrobras é uma empresa sociedade anônima, com controle acionário do Governo Federal.

logo1Em 2019
20/02/2020 — A Petrobras informou que registrou de um lucro líquido de R$ 40,1 bilhões em 2019, crescimento de 55,7% na comparação com o ano anterior. Segundo a estatal, esse foi o maior lucro nominal (sem considerar a inflação) da história da companhia. Um dos fatores do recorde foi a ação de desinvestimentos. Em 2019, a petroleira se desfez de uma série de ativos.

Ao todo, esses desinvestimentos somaram US$ 16,3 bilhõesA companhia vendeu o controle da BR Distribuidora e se desfez da TAG Investimentos, por exemplo. No ano, o lucro da estatal, descontados os pagamentos de juros e de impostos, a depreciação do patrimônio e a amortização de dívidas, chegou a R$ 129,5 bilhões, aumento de 12,5% em relação a 2018. As receitas líquidas somaram R$ 302,2 bilhões em 2019, queda de 2,6% em relação ao observado em 2018 (R$ 310,2 bilhões).

Petrobras
PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. — Foi fundada no dia 3 de outubro de 1953 pelo presidente Getúlio Vargas, com o objetivo de assegurar o monopólio da exploração do petróleo no território brasileiro. É uma empresa de capital aberto (sociedade anônima), cujo acionista majoritário é o governo brasileiro. Com sede no Rio de Janeiro, opera em vinte e sete países, prioritariamente nas áreas da exploração, produção, refino e comercialização de petróleo e seus derivados. Até o início da década de 2000, era considerada uma das principais companhias do mundo. A partir de 2002, por causa da má administração e pela malversação dos seus recursos, a empresa caiu vertiginosamente no ranking mundial. Entre 2003 e 2016, nos governos do PT, a empresa foi, literalmente, saqueada. Com a saída da presidente Dilma Roussef, começou o período de recuperação.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados