ribeiro-preto leite-lopes1Gol Linhas Aéreas

08/05/2016 — A movimentação de passageiros no Aeroporto Leite Lopes, de Ribeirão Preto, caiu 7,8% no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo. A queda, provocada pela crise econômica, levou a Gol Linhas Aéreas a cancelar as operações no terminal. Desde 30 de abril, os dois voos que partiam da cidade com destino ao Aeroporto de Congonhas, de São Paulo, e outros dois que faziam a rota inversa foram cancelados. Entre janeiro e março, 240.909 passageiros embarcaram ou desembarcaram no Leite Lopes, contra 261.474 no mesmo período de 2015. Já o número de pousos e decolagens caiu 16%, passando de 11,7 mil para 9,8 mil, ainda segundo o Daesp.

Situação Em Nova York
17/01/2016 — A Gol completou 15 anos de voos pelo Brasil, mas o investidor que quiser embarcar no Boeing da companhia precisa apertar cintos. As ações da empresa caíram 83,4% em 2015 No início deste ano, os papéis foram retirados da carteira do Ibovespa e desde então já caíram 49,6%. O valor de mercado da companhia, que chegou aos R$ 13 bilhões no segundo ano de negociações na Bolsa de Valores de São Paulo, em 2005, não chega, hoje, aos R$ 450 milhões. E não são apenas os investidores brasileiros que fogem das ações da companhia aérea. As ações da empresa, que já foram negociadas na casa dos US$ 39,00, hoje valem 29 centavos de dólar na Bolsa de Nova York (NYSE). Poderão, inclusive, ser suspensas da bolsa norte-americana caso continuem cotadas em centavos.

gol-constantino ft1Gol Linhas Aéreas Inteligentes — Foi fundada no dia 15 de janeiro de 2001. É a segunda maior companhia aérea do Brasil em número de passageiros e em número de destinos oferecidos. Opera em sessenta aeroportos no território brasileiro e em vinte e três destinos internacionais. Também é a terceira maior em frota de aeronaves em circulação no país. Em 2014, fechou o ano com uma participação de mercado de 32% do total de assentos oferecidos em voos domésticos. Seus principais centros de operações são os aeroportos de Guarulhos e Congonhas, ambos em São Paulo. Em 2006, enfrentou o seu pior momento com o acidente acontecido com o voo 1907. O Boeing 737-800 que fazia a rota Manaus-Brasília se chocou com um jato executivo americano, deixando 154 passageiros mortos. O “manda-chuva” é o empresário Constantino de Oliveira Júnior.


Empresas Brasileiras

UP TOGGLE DOWN


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados