Tarifa Social

20/03/2020 — O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo vai suspender a cobrança da tarifa social para todo o estado por causa da crise causada pelo  coronavírus. Segundo anunciou, a tarifa não será cobrada pelo prazo de noventa dias, a partir de abril. A medida beneficiará 506 mil famílias. O objetivo é proteger as “pessoas mais pobres, vulneráveis e desvalidas”, de acordo com o comunicado. A Sabesp exerce a tarifa social para um consumo de, no máximo, quinze metros cúbicos de água por mês, com taxa de R$ 16,53. Para entrar no programa, o beneficiário precisa provar renda per capita de até meio salário mínimo.

Sabesp

estacao agua franca

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO foi fundada no dia 29 de junho de 1973, através da Lei Estadual 119, no mandato do governador Laudo Natel. A criação da empresa objetivou fundir as seis instituições que, então, formavam o complexo de saneamento do Governo Estadual: Companhia Metropolitana de Águas, Saneamento São Paulo, Superintendência de Águas e Esgotos da Capital, Fomento Estadual de Saneamento Básico, Saneamento da Baixada Santista e Saneamento do Vale do Ribeira. Empresa originalmente inteiramente pública, abriu parte do capital em 1994, lançando ações da Bolsa de Valores de São Paulo. Atualmente, a Sabesp tem a concessão do serviço de água e esgoto em 366 municípios paulistas, entre os quais São Paulo, Franca, Guarujá, Osasco e São Bernardo do Campo. Em 2019, assumiu os serviços na cidade de Guarulhos.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados