Vulcabras & Lucro

28/08/2018 — A calçadista Vulcabras encerrou o segundo trimestre de 2018 com lucro líquido de R$ 33 milhões, queda de 35,9% em relação segundo trimestre do ano passado. A receita líquida da companhia totalizou R$ 280 milhões no período mencionado, montante nove por cento menor que o registrado em igual etapa de 2017. O resultado financeiro líquido saiu de uma despesa de R$ 18,1 milhões no segundo trimestre de 2017 para uma receita de R$ 3,0 milhões entre abril e junho deste ano, representando um efeito líquido positivo de R$ 21,1 milhões. Segundo a empresa, a redução do endividamento contribuiu de forma decisiva para a redução das despesas financeiras. Por outro lado, a depreciação do real frente ao dólar, sentida mais intensamente no segundo trimestre, elevou a receita cambial. Dentre as marcas de renome da Vulcabras está a Azaleia.

altitude tenis1Vulcabras & Under
06/07/2018 — A Vulcabras anunciou um acordo para comprar a totalidade das operações da marca norte-americana de artigos esportivos Under Armour no Brasil, por um valor não divulgado, numa estratégia de licenciamento da marca no país. A Under Armour está no país há quatro anos. Atualmente, patrocina o Fluminense Futebol Clube, o Sport Clube do Recife e alguns atletas sem maior expressão. Fora da área esportiva, tem parceria com a top model Gisele Bündchen. A empresa foi criada em 1996, na cidade de Baltimore, Estado da Maryland, Estados Unidos. Além do Brasil, possui mais de quinze mil pontos de venda em todos os continentes. De acordo com os últimos relatórios financeiros, teve, em 2017, renda líquida de mais de US$ 200 milhões.

pedro grendene filho1Vulcabras
Foi fundada em 1952, na cidade de Jundiaí, São Paulo. Constitui-se na maior companhia do país no setor de calçados esportivos, femininos e confecções esportivas, contando, entre outras, com as marcas Azaléia, AZ, Dijean, Funny, Opanka, OLK, Olympikus, Reebok e Botas Vulcabras. Após o fechamento de seis fábricas na Bahia, de interromper as fabricações em sua filial no Rio Grande do Sul e de demitir 8,9 mil funcionários por causa de problemas financeiros, possui, atualmente, cinco fábricas: três no Brasil, uma na Argentina e uma na Índia. As unidades brasileiras estão no Ceará, no Sergipe e na Bahia. De acordo com os números da Bovespa, em 2017 (até setembro) teve lucro líquido de R$ 226,1 milhões. No primeiro trimestre de 2018 reportou lucro líquido de R$ 33,4 milhões, avanço de 28% sobre o mesmo período de 2017.

alexandre herchovitch1Vulcabras & Herchocovitch
07/06/2018 — A calçadista Vulcabras contratou o estilista Alexandre Herchcovitch para ser responsável pela área de estilo da companhia. Inicialmente, o profissional da moda atuará com a marca Olympikus, com a missão de expandir a divisão de vestuário associada ao tênis. Conforme comunicado da empresa, o estilista já desenvolveu uma minicoleção no conceito de “corrida”, cujo lançamento será no segundo semestre. O relatório financeiro da empresa, informa que, no primeiro trimestre de 2018, a divisão de confecções, acessórios e artigos esportivos cresceu 21,2% em volume bruto. O Herchcovitch e a Vulcabras já tiveram uma parceria. Em 2003, o estilista desenvolveu  os uniformes dos atletas brasileiros participantes dos Jogos Pan-Americanos. Em 2004, a parceria se repetiu nos Jogos Olímpicos de Atenas.

vulcabras azaleia1Vulcabras/Azaleia
23/01/2018 — A Vulcabras possui cinco unidades no Brasil, sendo três unidades produtivas (Ceará, Bahia e Sergipe), um centro de desenvolvimento em Parobé, no Rio Grande do Sul, e um centro administrativo em São Paulo. As unidades produtivas estão divididas em complexos industriais que englobam matrizarias, centros de produção de componentes e produtos finais. Com o resultado positivo obtido em 2017, a companhia, agora, anunciou um investimento de R$ 100 milhões na modernização do seu parque fabril e no centro de desenvolvimento. O projeto é potencializar a marca Azaleia, carro-chefe das vendas para o exterior.

olympikus1Vulcabras & Olympikus
21/12/2017 — A marca Olympikus é a nova líder de vendas do setor de tênis no Brasil. Após perder a hegemonia em 2011, a marca da Vulcabras conseguiu ultrapassar a norte-americana Nike. Voltou ao topo do ranking após passar por uma reestruturação total. O estudo que devolveu ao tênis brasileiro a liderança foi realizado pela Kantar Worldpanel, empresa especializada em comportamento de consumo. O resultado do levantamento comprova os números apresentados pela Vulcabras desde o ano passado.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados